publicidade

Navegue por
Faraco

Forte

Avaí tem que jogar de igual pra igual

Compartilhe

Por Faraco
17/05/2019 - 07h10 - Atualizada em: 17/05/2019 - 07h08

O capitão Betão, em entrevista coletiva ontem, defendeu que o Avaí tem que ter contra o Vasco o mesmo estilo de jogo que teve diante do CSA, na última rodada. Ou seja, jogar de forma agressiva. No mínimo de igual pra igual com o time carioca. Está certo o camisa 3 da Ressacada. É um jogo pra encarar de frente, mesmo sendo fora de casa.

O Leão precisa ser agressivo para tentar vencer no Rio de Janeiro. O Vasco é um adversário direto e que não começou nada bem o Brasileiro. O Avaí não começou bem também, é verdade, mas pode encarar de peito aberto a partida. É quase uma obrigação pontuar, mas o melhor mesmo seria vencer para abrir vantagem do lanterninha da competição e tentar até terminar a rodada fora da zona de rebaixamento.

O que é inaceitável é jogar fechado, dando a bola pro Vasco e esperando por um contra-ataque. Nada disso. O momento pede personalidade, além da competitividade e da melhor estratégia.

Deixe seu comentário:

Rodrigo Faraco

Faraco

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

rodrigo.faraco@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação