nsc
nsc

Futebol catarinense

Clubes aguardam liberação, mas ainda não conseguiram estabelecer canal de comunicação com o governo do estado

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
23/04/2020 - 15h25 - Atualizada em: 23/04/2020 - 16h14
A bola continua parada em Santa Catarina e sem previsão de retorno(Foto: CA Tubarão/Divulgação)
A bola continua parada em Santa Catarina e sem previsão de retorno(Foto: CA Tubarão/Divulgação)

Um dos pedidos do requerimento enviado ao governo estadual na semana passada pela Federação Catarinense de Futebol e pela Associação de Clubes é o estabelecimento de um canal de comunicação entre as partes.

Esse canal serviria para trocar ideias e aprimorar o protocolo com as medidas de segurança sanitária para retomada do futebol. Serviria até para discutir a melhor data e o melhor momento. Também poderia servir para argumentar junto às autoridades estaduais os motivos que fazem a retomada do futebol ser importante em um tempo próximo.

Mas nos bastidores a realidade é bem diferente disso. Não há nenhuma conversa. Nenhum canal direto foi estabelecido até agora. O que gera uma ansiedade ainda maior e um receio de que o pedido do futebol esteja sendo deixado em segundo plano.

A Federação e os clubes têm tido o mesmo retorno que a imprensa, que veio através das entrevistas coletivas de final de tarde, que é “estamos analisando e em breve daremos uma resposta”.

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas