A CBF está fazendo tudo errado na transição do técnico Tite na Seleção Brasileira. Desde a escolha (?) por Carlo Ancelotti, passando pela espera por ele, que pode ser de um ano e é algo que pode nunca se concretizar, chegando em Ramon Menezes interino por três jogos, e agora esse absurdo, revelado pelos colegas jornalistas do globoesporte, com Fernando Diniz como técnico tampão.

Continua depois da publicidade

Fernando Diniz será técnico interino da seleção brasileira

Seleção Brasileira completa seis meses de abandono à espera de treinador

Fernando Diniz tem méritos para ser técnico da Seleção. Por toda carreira construída até agora, pelo estilo marcante, que valoriza o tradicional futebol jogado pelos grandes craques históricos do Brasil, e por atualmente ser realmente um dos melhores do nosso futebol doméstico. 

Mas não é justo que seja apenas um tampão na Seleção. E não é correto que seja, ao mesmo tempo, o técnico do Fluminense. O conflito de interesses é gigantesco. E as dúvidas nas convocações serão também enormes. Como fazer com o Fluminense sendo adversário de times com jogadores convocáveis? É apenas uma questão entre tantas que podem e vão surgir.

Continua depois da publicidade

CBF está otimista: Carlo Ancelotti será técnico da Seleção Brasileira

Já escrevi outras vezes: a CBF que escolha! A Seleção precisa de um técnico, seja ele Ancelotti, Diniz, Dorival, Abel ou qualquer um que tenha qualidade e currículo para o cargo. Mas que seja o técnico da Seleção e somente da Seleção. 

As decisões como estão são meias decisões. Ancelotti fica parecendo um desejo platônico, Diniz recebe um mérito pela metade, e as discussões entre clubes e CBF tendem a aumentar na temporada com as convocações que vão vir e os campeonatos sendo disputados.

Destaques do NSC Total