Os novos executivos do Figueirense, Marco Aurélio Cunha e Enrico Ambrogini, apresentados nesta sexta-feira, fizeram apenas uma promessa: o fundamental compromisso de pagar salários em dia. 

Continua depois da publicidade

Marco Aurélio Cunha confirma presença de reforços na reapresentação do elenco do Figueirense

O pilar dos salários pagos é algo realmente expressivo. E é uma prática que o gestor da CLAVE, Eduardo Medicis, ouviu em consultas que fez sobre o que é fundamental para fazer um time subir da Série C para a Série B.

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

Continua depois da publicidade

A nova gestão quer fazer o Figueirense voltar a ter credibilidade no mercado. Parece ser simples e muito básico, mas no futebol da Série C realmente pode fazer muita diferença. 

No Figueirense e na história, Marco Aurélio Cunha foi o responsável pela vinda do maior ídolo do clube

Para o Figueirense do campo não foram feitas promessas e nem estabelecidos prazos. Nem mesmo o objetivo de sair da Série C teve tempo determinado. Algo que talvez produza uma ansiedade ou agonia no torcedor, mas que é efetivamente mais realista. 

Talvez seja melhor assim mesmo. Os últimos novos “gestores” do Figueirense chegaram prometendo conquistas locais e vagas de Libertadores. O que o Figueira precisa no momento é pés no chão e ambição, além de transparência e clareza com o torcedor – foi o que percebi na apresentação desta sexta de manhã. 

Continua depois da publicidade

Confira fotos da apresentação do novo CEO e do executivo de futebol do Figueirense

Destaques do NSC Total