nsc

publicidade

Vai Figueirense!

Figueirense e o jogo para a vitória mais importante da década

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
17/11/2019 - 14h44
Retomada alvinegra começou no jogo contra o Bragantino, no Orlando Scarpelli, mesmo com derrota de 3 x 0 (Foto: Matheus Dias/FFC)
Retomada alvinegra começou no jogo contra o Bragantino, no Orlando Scarpelli, mesmo com derrota de 3 x 0 (Foto: Matheus Dias/FFC)

O título deste artigo vai fazer o torcedor lembrar de alguns momentos. Os acessos de 2010 e 2013, o jogo da permanência em 2015, ou as campanhas nos Brasileiros, em 2011 e o segundo turno de 2014, ou ainda os títulos estaduais conquistados em 2014 e 2015 – todos são momentos marcantes deste período dos últimos 10 anos. São momentos importantes e de alguma ou muita celebração.

Mas por que a vitória sobre o Cuiabá, se for realidade neste domingo, vai ser a mais importante da década? E não é somente porque pode deixar o Figueirense muito próximo da permanência na Série B para 2020. É muito mais que isso.

Dê uma olhada pra trás e veja como este clube foi pisado em 2019. Havia um parceiro que nunca foi parceiro. Queria usar o Figueirense. Queria sugar o Figueirense. Levou dinheiro alvinegro. Foi o grande responsável pelo WO de 20 de agosto. Um gestor(?) que quis tirar o Figueirense da Série B, com pedido enviado à CBF. Um parceiro que quase acabou com o clube.

O Figueirense teve que superar isto tudo para chegar a este domingo. Em um jogo, tudo isso pode ficar pra trás, definitivamente. Em um jogo, tudo pode ser vencido.

E o Figueirense se fez forte por si mesmo, com suas pessoas, com sua torcida, como suas cores, com sua bandeira, com seu escudo e com sua história. Uma história quase centenária, de amor, de entrega, de um clube construído no dia a dia, com muito suor.

O Figueirense tem um bom time em campo. Pode vencer. Mesmo com desfalques na defesa. O Cuiabá vem jogar já sem interesse na tabela. O Furacão tem jogado bem. A torcida vai comparecer. O Orlando Scarpelli vai estar cheio. Cheio de orgulho, de um torcedor que disse NÃO a quem queria destruir a paixão dele. Um torcedor que disse SIM à retomada alvinegra e que quer vencer junto com o time e superar tudo isso.

Vai Figueirense! Vence! Vence com suas próprias pernas! Vence sem milagres! Vence com sua força, com seu futebol! Supera 2019 e vai viver um novo tempo!

Deixe seu comentário:

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

publicidade