nsc
nsc

Contra-ataque alvinegro

Figueirense envia resposta ao STJD

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
13/12/2019 - 18h07 - Atualizada em: 13/12/2019 - 18h09
Figueirense rebate alegações do Londrina junto ao STJD (Foto: Matheus Dias/FFC)
Figueirense rebate alegações do Londrina junto ao STJD (Foto: Matheus Dias/FFC)

O Figueirense enviou hoje sua resposta à "medida inominada" proposta pelo Londrina junto ao STJD.

A ação do time paranaense resultou na concessão de liminar determinando a CBF que se abstenha, neste momento, de homologar o resultado final da Série B, com o rebaixamento do Londrina e a permanência do Furacão.

O advogado que representa o Figueirense, Eduardo Carlezzo apresentou dura manifestação com relação a ação promovida pelo Londrina, citando "inúmeras afirmações inverídicas e alegações desprovidas de fundamentos jurídicos".

Entre os temas abordados por Carlezzo estão a impossibilidade jurídica de reabertura de discussão sobre fatos que já foram julgados previamente pelo próprio STJD e que transitaram em julgado na esfera esportiva, não cabendo mais recursos nesta instância.

O advogado alvinegro aborda também a falta de legitimidade do Londrina em denunciar pretensos atrasos salariais, já que apenas atletas e sindicato possuem tal direito.

O Figueirense está sendo defendido pelo escritório de São Paulo, Carlezzo Advogados, que foi responsável por todas as defesas do clube no tribunal a partir de setembro deste ano, incluindo os casos do WO e atrasos salariais.

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas