nsc

publicidade

Série B

Figueirense se complica em atuação muito fraca no Scarpelli

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
05/11/2019 - 23h39 - Atualizada em: 06/11/2019 - 08h30
Foto: Eduardo Pauli, Figueirense FC
Foto: Eduardo Pauli, Figueirense FC

Foi uma atuação muito fraca do Figueirense diante do Vila Nova, no Orlando Scarpelli. Em nenhum momento o time conseguiu dominar, colocar a bola no chão e se impor. O Furacão se mostrava intranquilo com a obrigação e a pressão de ter que vencer, estava irritado com a marcação forte imposta pelo Vila e não desenvolveu jogo.

Foram erros de passe desde o início. Não funcionou por dentro, com articulação fraca e sem espaços. Não havia uma troca de três passes sequer. Não deu pelo lado do campo, com os laterais em atuação ruim e barrados pela marcação contrária.

Ouça o comentário:

Os dois desfalques fizeram muita falta. Betinho seria importante para trabalhar a bola no meio. E Rafael Marques também fez falta na referência do ataque.

O técnico Pintado, desta vez, mexeu mal no time. Ele tirou a articulação, fez praticamente uma linha de quatro atacantes, e esperou pela individualidade que não veio.

O Vila seguiu na sua, marcando forte e esperando uma dividida, uma escapada, uma bola parada, o que acabou não acontecendo também. O jogo foi fraco. Na verdade, nenhum dos dois times mereceu vencer.

O Figueirense deixou passar a oportunidade, com a derrota do Londrina, de sair do Z4. Agora é concentrar para sexta-feira, jogo bem mais complicado contra o Coritiba.

Deixe seu comentário:

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

publicidade