O Brusque fez mais uma vitória neste domingo e tem 100% de aproveitamento em três jogos na segunda fase da Série C do Brasileiro. Com nove pontos, talvez nem precise mais nada para subir nos três jogos que restam. Talvez esteja somente pelo “fechamento matemático” para comemorar o retorno à segundona nacional.

Continua depois da publicidade

VÍDEO: Brusque vira contra o Operário em menos de 5 minutos e se aproxima do acesso à Série B

Quais os motivos do sucesso do Brusque, em uma resposta rápida à queda ocorrida na temporada passada? Confira cinco razões pra isso:

1 – O Brusque não desfez o time. A base foi mantida. Era uma base sólida e campeã no Catarinense de 2022. Essa base deu sustentação à temporada 2023, com o vice no Estadual e uma Série C forte.

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Continua depois da publicidade

2 – A contratação de Luizinho Lopes, um técnico desconhecido no cenário do futebol catarinense, mas que chegou com comando firme, inteligência, bom dia a dia e bom trabalho em campo. O Brusque tem padrão de jogo e boas variações. É um time sólido e bem treinado.

3 – A reação rápida do time no momento de baixa. Logo após a derrota para o Figueirense, no Augusto Bauer, na 9° rodada do turno, o Brusque reagiu com uma arrancada de cinco vitórias seguidas. Ali foi o ponto da virada. Alguns ajustes foram feitos do meio pra frente na equipe, que passou a definir jogadas e jogos, o que não vinha acontecendo.

4 – A força no Augusto Bauer. O Brusque tem 12 partidas em casa. Venceu 7, empatou três e perdeu somente duas. Nesta fase semifinal, que é decisiva para o acesso, o Brusque fez duas partidas tensas, mas saiu vencedor nas duas pela entrega e o espírito de luta do time.

5 – A união da equipe em torno do objetivo do clube. O Brusque tem isso muito presente. O time luta até o final, veste a camisa, sente o jogo e entrega tudo em campo. Foi assim nestas vitórias emocionantes contra o São Bernardo e o Operário.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total