nsc
    nsc

    Time

    O que vai mudar no Figueirense com Eutrópio

    Compartilhe

    Faraco
    Por Faraco
    09/08/2019 - 06h35 - Atualizada em: 09/08/2019 - 06h33
    Foto: Kadu Reis/CBN Diário
    Foto: Kadu Reis/CBN Diário

    A principal tendência de mudança do Figueirense atual, em relação ao time treinado por Hemerson Maria, é se tornar um time mais objetivo. Sem muita elaboração, sem muita construção do meio de campo. Será uma equipe que vai manter o padrão de organização defensiva, mas que no ataque joga rápido, usando força, velocidade, muita intensidade, e algumas ligações diretas.

    Se Vinicius Eutrópio conseguir potencializar a equipe neste sentido, o Figueirense pode ficar mais agressivo e contundente. Hemerson fazia uma transição mais suave para o ataque, apesar de usar os contra-ataques. Mas os times comandados por ele usam a bola no chão, com toques rápidos para chegar ao ataque. Já com Eutrópio não haverá nenhum problema em fazer a ligação direta para alcançar o ataque. Isso não deve aparecer de imediato, mas com o passar dos jogos e a virada dos métodos de treinamento, o time deve sofrer estas mudanças.

    Ainda não foi desta vez

    Mesmo com uma semana inteira para treinamentos, ainda não vai ser desta vez que o Figueirense terá alterações mais expressivas. Nem na escalação, nem na forma de jogar. O argumento é bem fácil: o Figueirense vai jogar contra um adversário bem complicado. Colocar novos elementos e mexer demais no time poderia trazer dificuldades a mais. E tudo que o Alvinegro não precisa é ter a dificuldade por ele mesmo.

    A dureza do jogo, ainda por cima fora de casa, já basta – o Coritiba é um dos times grandes que disputam a Série B. Então, mais uma vez, é preciso entender que Vinícius Eutrópio mantém uma linha correta de manutenção do jogo e do time.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas