O melhor técnico da largada do Catarinense 2024 é Waguinho Dias. Campeão catarinense com o Brusque, em 2022, o treinador faz um trabalho excelente no Marcílio Dias desde o ano passado.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

Levou o time ao título da Copa Santa Catarina e à vaga da Copa do Brasil, e faz em seis rodadas uma vice-liderança bastante sólida no Catarinense, com empate na Ressacada com o Avaí, e vitórias diante do Criciúma e da Chapecoense.

Com 13 pontos, o Marinheiro está praticamente classificado para o mata-mata. E não é só resultado. O Marcílio Dias é agressivo, organizado e envolve os adversários em muitos momentos das partidas, como fez na Ressacada contra o Avaí.

Continua depois da publicidade

Waguinho é um técnico que consegue achar bons jogadores no mercado, que faz um ótimo trabalho no dia a dia, e que faz os jogadores “comprarem a sua ideia”. 

O DILEMA DE BARROCA NO AVAÍ

Eduardo Barroca precisa achar equilíbrio entre o melhor ataque e a pior defesa do campeonato (Foto: Leandro Boeira, Avaí FC)

O Avaí entra em campo com um déficit de dois gols. Pra vencer, tem que marcar três vezes. Foram seis jogos e 12 gols sofridos, com exatos dois gols tomados por partida. É a pior defesa do campeonato. Um dilema para uma equipe que tem qualidade. E um prejuízo nos resultados, já que o ataque vem funcionando bastante – é o melhor da competição.

Claudinei Oliveira é demitido da Chapecoense após derrota para o Joinville

São erros individuais e coletivos, mas a análise fria é que pesa no trabalho do técnico Eduardo Barroca. Mais agressivo, jogando no ataque, ou mais recolhido, jogando na defesa, o Avaí já começa a construir um trauma defensivo que pode abalar a confiança do time. Barroca precisa resolver, pra ontem! 

Destaques do NSC Total