nsc
nsc

NOVA CENA

Renan Dal Zotto, técnico da seleção de vôlei, e ex-vice-presidente do Rock In Rio, Paulo Fellin, investem em música eletrônica

Compartilhe

Leo
Por Leo Coelho
28/01/2021 - 09h32 - Atualizada em: 28/01/2021 - 11h40
Viosnários! Renan Dal Zotto e Paulo Fellin enxergam um futuro muito promissor na cena da e-music
Viosnários! Renan Dal Zotto e Paulo Fellin enxergam um futuro muito promissor na cena da e-music (Foto: Fran de Campos/divulgação)

A música eletrônica movimenta um mercado de valor estimado em 7,2 bilhões de dólares no mundo todo e que, mesmo afetado pela pandemia, tem grandes perspectivas de crescimento para os próximos anos. Tanto que está atraindo investidores de outros ramos que vêem no gênero um mercado frutífero a ser explorado. Paulo Fellin, com 35 anos de experiência na produção de grandes eventos de porte nacional e internacional, entre elas a vice-presidência do Rock In Rio, e Renan Dal Zotto, empresário, líder e gestor de sucesso em projetos principalmente no esporte, são os nomes da vez com a entrada para o quadro da sociedade do Grupo House Mag.

Renan e Paulo têm fortes conexões, a principal é o amor por Florianópolis. 

O técnico da seleção brasileira de vôlei tem um filho Dj: Enzo, que tem nome artístico de Blando. Assim como Renan, Paulo também é apaixonado pela Ilha e morador de Jurerê Internacional.

O Grupo House Mag agora conta com os sócios Dal Zotto (esquerda), Jeniffer Avila, Jorge Junior e Fellin
O Grupo House Mag agora conta com os sócios Dal Zotto (esquerda), Jeniffer Avila, Jorge Junior e Fellin
(Foto: )

O Grupo House Mag, que surgiu em Florianópolis em 2007 e acompanhou o crescimento do gênero que movimenta bilhões de dólares ao ano no mundo todo, é composto por um grande hub da música eletrônica, com eventos, gravadora, revista especializada, gerenciamento de carreira artística, cursos de produção musical e detém hoje o veículo especializado mais premiado do país pelo Brasil Music Conference, o maior evento de music business da cena eletrônica da América Latina.

E foi exatamente essa consistência e relevância no mercado que chamou a atenção dos novos sócios. “Essa parceria pode trazer para o grupo um pouco do conhecimento que eu desenvolvi com a produção de grandes eventos no Brasil e fora, relacionamento com artistas e com o mundo empresarial internacional, abrindo horizontes para o negócio em todas as frentes”, explica Fellin, que foi diretor geral e vice-presidente, e fez todas as contratações artísticas do Rock In Rio em 17 edições do festival dentro e fora do Brasil. 

Leo Coelho

Colunista

Leo Coelho

Referência no segmento social e com vasta experiência no mercado, o jornalista traz informações relevantes e exclusivas sobre Florianópolis. Notícias de bastidores da sociedade, círculos de influência, curiosidades, frases e causos. Os olhos e ouvidos da NSC na Capital catarinense.

siga Leo Coelho

Leo Coelho

Colunista

Leo Coelho

Referência no segmento social e com vasta experiência no mercado, o jornalista traz informações relevantes e exclusivas sobre Florianópolis. Notícias de bastidores da sociedade, círculos de influência, curiosidades, frases e causos. Os olhos e ouvidos da NSC na Capital catarinense.

siga Leo Coelho

Mais colunistas

    Mais colunistas