nsc
    nsc

    Tijucas

    Parque temático histórico reúne máquinas de duas guerras mundiais

    Compartilhe

    Por Moacir Pereira
    10/11/2019 - 10h44 - Atualizada em: 10/11/2019 - 13h45
    (Foto: Moacir Pereira / Arquivo Pessoal)
    (Foto: Moacir Pereira / Arquivo Pessoal)

    Máquinas, equipamentos, viaturas, capacetes, canhões, jipes alemães, tanques das duas guerras mundiais, já se encontram nos galpões e nos pátios do Parque Temático Histórico e Cultural 14. BC, que está sendo construído e deverá ser inaugurado em 18 meses. Fica as margens da BR-101, em Morretes, município de Tijucas.

    As milhares de pessoas que transitam pela rodovia federal tem a atenção despertada pelo grandioso empreendimento, por uma gigantesca bandeira do Brasil na enorme parede e pela frase “Brasil acima de tudo”, com letras garrafais num extenso muro.

    O projeto é de autoria do engenheiro civil formado pela UFSC em 1972 e empresário vitorioso Dudavant dos Santos Teixeira. Trata-se de sonho antigo, que começou com um  empreendimento menor na Palhoça, onde recebe duas vezes por semana grupos de escolares da Grande Florianópolis. 

    museu
    (Foto: )

    Segundo os professores, as crianças ficam encantadas com aquele mini parque educativo e histórico. Elas participam de várias solenidades antes da visita aos tanques, máquinas, equipamentos, viaturas e peças militares do Brasil e de outros países. Cantam o Hino Nacional durante o hasteamento da bandeira e durante a visita questionam tudo sobre o patrimônio histórico e militar do museu.

    Dudevant tentou duas vezes ingressar no Exército, mas não teve sucesso. Decidiu fazer engenharia, mas sempre dedicado a conhecer a fabricação e o funcionamento de equipamentos bélicos. Ele mesmo desmonta e monta motores de caminhões, peças de tanques e manda confeccionar replicas de veículos usados nas duas Guerras Mundiais.

    Pela dedicação aos equipamentos do Exército recebeu o titulo raro de Sargento Honorário. Quando recebe convidados está vestindo uma fara do 14. BC-Batalhão de Caçadores, unidade do Exército que hoje atender pelo nome de 63. Batalhão de Infantaria, integrado a 14ª Brigada.

    Os dois empreendimentos foram custeados integralmente com recursos próprios. Ele mesmo dirige tratores em muitos serviços executados no Parque. Ali chega todos os dias as 5,30 da manhã, acompanhado do filho Eduardo, que também trabalha na montagem de equipamentos que serão expostos.

    Patriota até a medula, disciplinado, entusiasmado pelo Brasil, já recebeu várias homenagens do Exército pelas iniciativas.

    Dudevant dos Santos Teixeira tem 75 anos, mas revela uma energia juvenil quando fala do empreendimento ou quando está dirigindo algumas das viaturas militares.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas