Um estudo conduzido pelo governo federal que analisa a possibilidade e a viabilidade de concessão de mais de 3 mil quilômetros da malha viária de Santa Catarina à iniciativa privada, incluindo sete BRs e 25 SCs (veja a lista abaixo), avançou mais uma etapa. Na última semana, equipes de pesquisa foram vistas aplicando um questionário a motoristas que trafegavam por rodovias que cruzam o Estado. O trabalho foi monitorado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

O formulário, segundo motoristas relataram à coluna, incluía questões sobre o perfil socioeconômico do usuário, como idade e renda, frequência de uso da rodovia, quilometragem rodada e destino da viagem, entre outros aspectos. As informações colhidas vão subsidiar o estudo, que começou a ser discutido no fim de 2021, como destacado à época pela colega Dagmara Spautz.

O trabalho de campo, confirmado à coluna pelo Ministério dos Transportes (veja a nota abaixo), levantou dúvidas junto a motoristas sobre a possibilidade de cobrança de pedágio em estradas catarinenses em um futuro não muito distante. O ministério diz que o objetivo da pesquisa neste momento é mensurar a “viabilidade técnica, econômica e ambiental” de uma possível concessão e que o estudo não trata de “duplicação, pagamento de pedágio ou qualquer outro tema”.

Continua depois da publicidade

O plano inicial do governo é formar lotes com BRs e SCs, como já vem acontecendo no Paraná – no estado vizinho, o primeiro leilão de rodovias foi marcado para o dia 25 de agosto. Neste modelo, estradas com maior fluxo de veículos compensariam o menor tráfego de outras, chegando-se a um equilíbrio.

Embora o governo diga que o estudo de agora não trata especificamente de pedágio, a cobrança de tarifa acontecerá se as concessões saírem do papel no futuro.

As rodovias catarinenses alvo dos estudos

Federais (7):
BR-153
BR-158
BR-163
BR-280
BR-282
BR-470
BR-480

Estaduais (25):
SC-108
SC-110
SC-114
SC-120
SC-135
SC-155
SC-157
SC-163
SC-280
SC-283
SC-350
SC-355
SC-370
SC-386
SC-410
SC-412
SC-416
SC-417
SC-418
SC-421
SC-445
SC-452
SC-453
SC-480
SC-486

Continua depois da publicidade

O que diz o Ministério dos Transportes

Está em andamento pelo Governo Federal um estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA) para analisar a possibilidade de concessão à iniciativa privada da malha rodoviária catarinense, que se encontra em fase inicial de elaboração e levantamento de campo. Fazem parte do levantamento as rodovias BR-153/158/163/280/282/470/480/SC, além de outras 25 estadas estaduais. Não se trata, portanto, de pesquisa relacionada à duplicação, ao pagamento de pedágio ou qualquer outro tema. Não temos fonte disponível no momento e nem informações adicionais para compartilhar no momento.

Leia também

Compra do Hipermais não estava nos planos da dona da Condor, mas oportunidade surgiu

Blumenau estuda criar regras para o uso de patinetes elétricos

Novos loteamentos residenciais são sinal do crescimento de Pomerode

Resort de luxo em praia de SC projetado há mais de 10 anos recebe nova licença ambiental

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp

Destaques do NSC Total