Florianópolis

Pedro

Machado

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

Pedro Machado

Chiodini

Cidades do Vale vão aderir a programa para agilizar abertura de empresas

Por Pedro Machado

22/01/2018 - 19h55

Prefeituras de nove cidades do Vale – Blumenau, Ascurra, Ibirama, Brusque, Pomerode, Timbó, Guabiruba, Chapadão do Lageado e Gaspar – assinaram na tarde desta segunda-feira um termo de adesão ao SC Bem Mais Simples, programa criado pelo governo do Estado a partir de um projeto federal que visa simplificar a abertura de pequenas empresas de baixo risco ambiental e sanitário.

Continuar lendo

“A atuação é baseada no talento e não no gênero”, afirma a advogada trabalhista Akira Fabrin

Por Pedro Machado

20/01/2018 - 13h40

Coordenadora da área trabalhista da Martinelli Advogados em Santa Catarina, a advogada Akira Fabrin avalia que há uma preocupação maior das empresas em desenvolver programas e políticas internas de diversidade.  As empresas estão desenvolvendo mais políticas internas de diversidade? A gente percebe bastante isso. Ao se pensar em inclusão, é preciso definir duas situações: a questão de gênero e de cor e orientação sexual. Na indústria têxtil, por exemplo, já há uma inclusão significativa de mão de obra feminina na área operacional. Mas isso não era uma realidade em outras indústrias, como os segmentos plástico, metal-mecânico e metalúrgico. E essa inserção estamos verificando agora. Empresas que não tinham mulheres no chão de fábrica agora estão contratando. Algumas nem mesmo tinham banheiro feminino na área operacional. Tem muita coisa automatizada que não exige mais a força masculina, que antes era necessária em razão das máquinas. Vocês têm visto esse movimento também em cargos executivos? Essa inclusão maior começou na área operacional, mas avança nos cargos executivos também. Muitas gerências e diretorias são ocupadas por mulheres. É cada vez mais comum. Essa preocupação em garantir mais diversidade se deve a quê? Algumas empresas que a gente atende têm programas de inclusão corporativa. O que eles pautam sempre, a base estrutural, é a ética, priorizar o ser humano e os talentos. É a atuação baseada no talento, e não no gênero. Isso se deve a uma mudança de cultura organizacional ou a pressões externas? Acho que são os dois, mas é algo mais interno mesmo. As empresas estão buscando a ética com economia porque as duas coisas têm que andar conjuntamente. A partir do momento em que você pensa em economia, você olha talentos, ser humano, aí independe do gênero. Quais são as dúvidas mais comuns das empresas na hora de desenvolver programas desse tipo? A gente sempre começa os trabalhos fazendo um treinamento in company para os gestores. O que se espera de um bom gestor é uma postura de equilíbrio, respeito e exigência. Quando você coloca respeito, você entra dentro de uma conduta ética de avaliar as pessoas pelas suas competências e oportunizar crescimento a todos. Como essas políticas de inclusão podem beneficiar as empresas? A questão é justamente buscar os talentos, buscar o melhor profissional para aquele setor ou para aquela atividade. É importante incluir os homens nesse debate para que essa transformação efetivamente ocorra. Dentro dos treinamentos que eu tenho feito, destaco, de modo geral, que é preciso criar oportunidades, mas também se preocupar com condutas justas e fazer com que os gestores não permitam situações de desequilíbrio em relação a isso. Esse movimento é mais forte em SC ou em outros Estados? A nossa atuação é regionalizada, então eu acabo participando mais aqui em Santa Catarina com os clientes que eu atendo. Mas acredito que de um modo geral é uma preocupação de todas as empresas hoje. Independentemente do porte, ela busca eficiência e crescimento, principalmente em razão da crise. Muitas vezes quem vem de fora tem a impressão de que as empresas do Estado têm hábitos conservadores, até em função da colonização europeia e do perfil familiar de muitos negócios. Estamos prontos para promover mais diversidade no ambiente corporativo? Eu acho que sim, porque, por mais que a cultura e a colonização sejam europeias e haja sim essa questão mais tradicional, as empresas estão preocupadas em gerar resultados. E aí qualquer tradição é superada pelo objetivo final, que é gerar lucro, crescer, vencer a crise, gerar empregos, ter maior representatividade no mercado. Essa questão se torna secundária. Ainda há uma discrepância grande de salários de homens e mulheres, às vezes até na mesma função. Qual a orientação neste sentido? Há uma questão legal. A legislação trabalhista estabelece a questão da identidade de funções e salários iguais. A própria convenção da OIT (Organização Internacional do Trabalho) prevê que não se pode discriminar o gênero no acesso, nas condições, nas formas e na permanência do trabalho. As empresas têm que ficar atentas para essa equidade. ​Curta Pedro Machado no Facebook​ ​Leia mais publicações de Pedro Machado​​​​​

Continuar lendo

Blumenau recebe 290 estudantes de todo mundo para curso de verão sobre cerveja

Por Pedro Machado

20/01/2018 - 00h41

Nem toda escola está em recesso em janeiro. Em Blumenau, cerca de 290 alunos vindos de 20 Estados do Brasil, além de países como Argentina, Paraguai, Bolívia e Cabo Verde, da África, mergulham em aulas de cursos concentrados da Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) com um objetivo em comum: aprender tudo que podem sobre as técnicas de produção e comercialização da bebida.

Continuar lendo
Jorge Cenci

Fundador da Senior é um dos selecionados para o Renova Brasil

Por Pedro Machado

19/01/2018 - 10h39

O empresário blumenauense Jorge Cenci, um dos fundadores da bem-sucedida desenvolvedora de softwares Senior, foi um dos 150 nomes escolhidos em todo o país pelo Renova Brasil, organização criada para “formar” novas lideranças políticas e que conta com o apoio de nomes como o apresentador Luciano Huck, o publicitário Nizan Guanaes, o empresário Abílio Diniz e o ex-técnico das seleções de vôlei (feminina e masculina) do Brasil Bernardinho.

Continuar lendo
Dudalina

Prédio da Dudalina na BR-470 está à venda

Por Pedro Machado

18/01/2018 - 21h04

A Restoque colocou o prédio da Dudalina às margens da BR-470, em Blumenau, à venda. Quem passa pela rodovia avista uma placa, logo na entrada, denunciando a disposição da empresa em se desfazer do imóvel que tem, conforme o anúncio, 9 mil metros quadrados de área construída em um terreno de 53 mil metros quadrados. Empresários da região já foram consultados para saber se havia interesse no espaço.

Continuar lendo
Walter Orthmann

Funcionário completa 80 anos de trabalho em empresa de Brusque

Por Pedro Machado

17/01/2018 - 22h30

Oitenta dos 93 anos de história da RenauxView (no início chamada de Indústrias Renaux) têm a participação direta de Walter Orthmann. A quarta-feira, 17 de janeiro, marcou o aniversário de oito décadas da assinatura da primeira e única ficha de admissão do simpático senhorzinho, hoje com 95 anos.

Continuar lendo

Atenção e lupa na hora de comprar o material escolar

Por Pedro Machado

16/01/2018 - 19h14

Na lista de contas de início de ano, a compra do material escolar dos filhos costuma representar uma despesa considerável no orçamento das famílias. Em Blumenau, o Procon divulgou ontem uma pesquisa que mapeou preços de 28 itens do universo das salas de aula em 11 estabelecimentos da cidade – Havan, Papelaria Blumenau, Sulamericana, Koerich, Livrarias Catarinense, Milium, Planeta Blu, Blubel, Papelaria Grafitte, Quanta Coisa e Kalunga.

Continuar lendo
Divulgação

Shopping gastronômico de Blumenau tem previsão de inauguração em junho

Por Pedro Machado

16/01/2018 - 12h28

O empresário Edenor Francisco Bozzani Junior planeja inaugurar em junho o Wila Gastronômica, projetado para ser uma espécie de “shopping da gastronomia”. Quem passa pela Rua Dr. Pedro Zimmermann, pouco depois do trevo da Mafisa, no bairro Itoupava Central, já vê placas anunciando o novo empreendimento. A localização deve atrair um público não apenas de Blumenau, mas também de municípios vizinhos, aposta Junior.

Continuar lendo

Pedro

Machado

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação