O secretário de Turismo e Lazer de Blumenau, Marcelo Greuel, protagonizou um contundente discurso na noite deste domingo (29) antes do concurso da realeza da próxima edição da Oktoberfest Blumenau. Greuel fez fortes críticas à postura de algumas pessoas nas redes sociais que atacaram a realização da maior festa alemã das Américas em meio às enchentes de outubro.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

— As redes social tem um papel importante na vida de todo mundo. Ela aproxima, informa, tem entretenimento. Mas dessa vez elas foram implacáveis — alfinetou Greuel, que emendou:

— As pessoas se esqueceram da sensatez e trouxeram a crueldade e o ódio contra a maior festa alemã das Américas. Eles não quiseram que nós chegássemos hoje aqui para fazer esse encerramento.

O secretário disse ainda que Blumenau “não se curva nunca” e que a cidade tem “espírito de luta”, em alusão ao surgimento da Oktoberfest após as grandes cheias da década de 1980.

Continua depois da publicidade

— Esse foi o espírito de 1984 da Oktoberfest.

O discurso, com um peso além do que se costuma ver no protocolo, pode ser encarado como um desabafo. Além dos ataques nas redes sociais que tentaram arranhar a imagem da festa, a organização da Oktoberfest ainda precisou encarar um público abaixo do esperado — muito em função das suspensões provocadas pelas chuvas que alteraram a programação —, o que afetou o retorno financeiro aguardado por patrocinadores e permissionários.

Greuel citou ainda que “decisões difíceis foram tomadas para preservar empregos” e “pensando nas pessoas que dependem da festa” para incrementar a renda:

— Foi em respeito a Blumenau e aos blumenauenses que a Oktoberfest ficou de pé. Foi em respeito ao turista, que estava em grande número no começo desta edição e soube entender as decisões tomadas.

Em outra fala, Greuel pareceu já antecipar que o balanço financeiro da edição deste ano não será tão robusto como em anos anteriores.

Continua depois da publicidade

— O gigantismo dessa Oktober não será lembrado pelos números, como no ano passado. Mas será lembrado por toda Blumenau por ter sido a maior Oktoberfest da história pelos desafios que nós enfrentamos — avaliou Greuel.

Destaques do NSC Total