nsc
    nsc

    Opinião

    Invasão no Figueirense: o caos estabelecido no Orlando Scarpelli

    Compartilhe

    Roberto
    Por Roberto Alves
    06/09/2020 - 09h48
    Treino do Figueirense é invadido
    Treino do Figueirense é invadido (Foto: Reprodução)

    O fim de semana está sendo cruel para o Figueirense. Um clube quase centenário, de enorme tradição no futebol brasileiro, de maior número de títulos em Santa Catarina, não merece passar pelo que está passando.

    Um bando de desocupados invadiu o campo no treino do time sábado, alguns armados, para cobrar de forma violenta os maus resultados da equipe. Houve agressões, ferimentos, fogos estourados, enfim, comportamento de pessoas que se dizem torcedoras, mas que na verdade aproveitam o futebol para estabelecer a violência neste segmento importante da atividade social e econômica. 

    O Figueirense divulgou nota oficial que na verdade não tem nenhum efeito prático. O Figueirense e qualquer agremiação tem a obrigação de manter incólume a segurança de seus profissionais. Como pode um portão ser transporto possibilitando a invasão de pseudos torcedores?

    A nutricionista do clube, Cíntia Carvalho, divulgou em seu Instagram um vídeo onde comenta o fato. Chorando, ela lamenta a violência por um bando de desocupados que não respeita aqueles que trabalham no futebol. Disse que tem jogadores feridos por agressões e que o episodio foi lamentável. Citou os profissionais que são pais de família que trabalham duro no dia a dia e nem sempre as coisas dão certo. Pediu respeito.

    O episódio se repetiu por duas vezes na tarde de sábado, estabelecendo o caos no estádio Orlando Scarpelli após a derrota para o Paraná, na sexta-feira a noite.

    O Figueirense é muito grande para passar por isso. O noticiário nacional do domingo já traz tudo a respeito dos acontecimentos no  clube. Lamentável. Se são torcedores será que estão vendo o que estão fazendo ao seu cube?

    Não podem ser torcedores aqueles que não respeita a historia do seu próprio clube.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas