nsc
    nsc

    NA PANDEMIA

    Cresce procura pelo seguro-desemprego em Joinville

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    05/05/2020 - 11h23
    No mês passado,foram registrados 3,3 mil pedidos de acesso ao seguro-desemprego em Joinville (foto: Salmo Duarte, Arquivo AN)
    No mês passado,foram registrados 3,3 mil pedidos de acesso ao seguro-desemprego em Joinville (foto: Salmo Duarte, Arquivo AN)

    A procura pelo seguro-desemprego em Joinville cresceu em abril, passando de uma média mensal de 2,2 mil de requerimentos em fevereiro e março para 3,3 mil pedidos no mês passado. Em relação ao mesmo mês de 2019, o avanço em abril de 2020 foi 23%. Os dados foram divulgados pelo Centro Público de Atendimento ao Trabalhador (Cepat) de Joinville. As estatísticas envolvem todas as modalidades de requisição do seguro-desemprego, não somente pelo Cepat – por causa da pandemia, a maioria das solicitações tem sido feitas pelos canais pela internet.

    A maior busca pelo seguro-desemprego já é um impacto dos efeitos econômicos da pandemia. No entanto, apesar de crescente, as solicitações representam uma fatia das demissões. Entre os motivos, está o fato de que a habilitação ao seguro-desemprego nem sempre é realizada logo após a saída do emprego: desligamentos ocorridos em abril podem aparecer somente nos dados de maio.

    Além disso, o canal mais utilizado para o cadastramento ao benefício em Joinville, o Cepat, está com atendimento presencial restrito: só casos específicos, quando há dificuldade em outros canais, é feito o cadastro. No mês passado foram 39 registros de seguro-desemprego. Nos meses anteriores à pandemia, passaram de mil mensais. O Cepat está estudando a data de reabertura do atendimento presencial.

    SEM CAGED

    Neste momento, ainda não há dados oficiais sobre a movimentação do mercado de trabalho em Joinville (e nos demais municípios e Estados do País) em 2020. A divulgação mensal do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foi suspensa em fevereiro para mudanças nos sistemas de registro e deverá ser retomado neste mês pelo Ministério da Economia.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas