Faltam menos de dois meses para o fim do ano, e já vemos as pessoas se organizando com os seus desejos para 2024 — inclusive, um que compõe a lista de muitos jovens é o emprego. Conforme a Subsecretaria de Estatísticas e Estudos do Trabalho, órgão vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego, em 2023, no Brasil, 55% dos jovens de 14 a 24 anos estão desempregados, totalizando 9,4 milhões de pessoas.

Continua depois da publicidade

Clique aqui e receba notícias WhatsApp

O quadro é agravado quando analisamos as disparidades de gênero e raça. Entre os jovens fora do mercado de trabalho, 52% são do sexo feminino, destacando as dificuldades enfrentadas pelas mulheres no acesso às vagas. Ainda, 66% dos jovens desempregados são identificados como pretos e pardos, ressaltando as desigualdades raciais persistentes no país.

“Para os jovens em busca de emprego, é fundamental adquirir competências relevantes, manter-se atualizado com as tendências da indústria e aproveitar programas de capacitação. Além disso, a sociedade, em um todo, deve se empenhar em reduzir as desigualdades de gênero e raciais, a fim de proporcionar oportunidades justas e equitativas para todos os jovens que pretendem ingressar no mercado de trabalho e se desenvolver profissionalmente”, aborda Jefferson Vendrametto, diretor de Relações Institucionais do Cebrac (Centro Brasileiro de Cursos).

Continua depois da publicidade

Profissões em alta em 2024

Diante desse cenário, os jovens precisam buscar maneiras de começar a jornada profissional com alguma vantagem. Para isso, é importante considerar a aquisição de habilidades relevantes para as carreiras em crescimento. Por isso, Jefferson Vendrametto lista cinco áreas que estão projetadas para bombar em 2024:

1. Vendas

Profissionais de vendas são essenciais para a economia, com a habilidade de atender às necessidades de consumidores e empresas. O fim do ano é uma grande oportunidade para desbravar essa área com as oportunidades temporárias.

Segundo os dados da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem), as contratações temporárias registrarão um aumento de 5% no último trimestre do ano em comparação ao mesmo período de 2022.

Continua depois da publicidade

2. Farmácia

Carreiras ligadas à saúde estão em constante crescimento, e essa profissão desempenha um papel crucial na entrega de serviços à população, principalmente porque o número de farmácias teve um crescimento de 63% em 20 anos, segundo dados do Conselho Federal de Farmácias (CFF). Para ingressar na área, cursos profissionalizantes são uma boa opção, proporcionando uma visão mais ampla sobre a profissão.

Mulher trabalhando em frente a notebook
A área de administração é bastante versátil para emprego (Imagem: fizkes | Shutterstock)

3. Administração

Carreiras em administração são versáteis e podem ser aplicadas em diversos setores. Aprender a gerenciar recursos, equipes e processos é valioso. Para começar na área, é possível realizar um curso de Assistente Administrativo e descobrir se tem afinidade com a profissão.

4. Comércio eletrônico e logística

Com o aumento das compras online, profissionais especializados em comércio eletrônico e logística são essenciais para garantir entregas rápidas e eficientes.

Continua depois da publicidade

5. Tecnologia da Informação (TI)

A tecnologia é uma força impulsionadora na economia moderna. Carreiras em TI, como desenvolvimento de software, segurança cibernética, análise de dados e inteligência artificial estão em alta demanda.

Jefferson Vendrametto aborda que o mercado de trabalho é dinâmico, e a demanda por carreiras pode mudar rapidamente. “É importante escolher uma carreira que corresponda às suas habilidades, interesses e valores. Além disso, buscar aprendizado contínuo é fundamental para se manter relevante em qualquer área”, finaliza.

Por Rafaela Eufrosino

Leia também

Dicas para se dar bem no primeiro dia de emprego

Primeiro emprego: 5 dicas para conquistar a vaga dos seus sonhos

3 dicas para construir um ambiente colaborativo no trabalho

Destaques do NSC Total