A ilha da Trindade fica a 1.200 quilômetros da costa do Espírito Santo, no Oceâno Atlântico. Descoberta em 1501, a ilha que fica a 2.400 quilômetros da costa africana surgiu a 3 milhões de anos e foi incorporada ao território brasileiro em 1822, com a proclamação da independência. Porém, o lugar já foi parada de piratas ingleses, e o pesquisador Marcos Juliano Ofenbock, de 45 anos, acredita que há um tesouro pirata escondido no local.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

O território é o maior berçário de tartarugas verdes no Brasil, e também comporta uma variedade de samambaias gigantes, aves raras e milhares de outras espécies. Ou seja, um verdadeiro cenário pirata! A ilha de Martim Vaz fica perto da ilha da Trindade, e não é habitada. Atualmente, ambos os territórios são unidades de conservação oceânica do Brasil.

Veja fotos da ilha da Trindade

Continua depois da publicidade

Como o tesouro pirata foi parar lá?

O pesquisador curitibano estuda há quase 20 anos as histórias de um pirata que viveu e morreu em Curitiba, após ter participado de um saque a um galeão espanhol que transportava riquezas do Peru. Esse tesouro roubado, teria sido escondido na ilha da Trindade. Ofenbock garantiu a liberação tanto da Marinha do Brasil como do Instituto Histórico do Paraná para fazer explorações que pretendem encontrar o tesouro perdido na ilha.

Acontece que em 2011 foi inaugurada a Estação Científica da ilha da Trindade, um espaço que comporta até 8 pesquisadores. Portanto, o acesso para a ilha é fechado e permitido apenas com uma autorização especial.

E agora? Bom, pessoas e pesquisadores buscam desvendar esse mistério, mas a certeza é que muita gente gostaria de ver e conferir onde está esse tesouro.

Continua depois da publicidade

Leia também

Estudo de Harvard aponta quanto dinheiro você precisa para “ser feliz”

FOTOS: “Casa invisível” de quase 10 mil m² no Japão está a venda

Destaques do NSC Total