nsc
santa

Dados

Abril é o mês mais fatal da pandemia em Blumenau, mas proporção de idosos mortos por Covid-19 cai

Levantamento mostra que abril foi o mês com o menor número de vítimas com 80 anos ou mais

02/05/2021 - 16h00

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Em Blumenau, vacinação ocorre na Vila Germânica
Em Blumenau, vacinação ocorre na Vila Germânica
(Foto: )

Blumenau teve 80 mortes por Covid-19 nos últimos 30 dias, o que tornou abril o mês com o maior número de óbitos da pandemia, superando março, que até então liderava o ranking negativo, com 78 perdas. Os dados da prefeitura também evidenciam uma diferença em relação aos outros meses: aumento na quantidade de vítimas com menos de 60 anos e diminuição nas que possuíam mais de 80, o que sugere um efeito positivo sobre a vacinação.

​> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Acesse e entre no grupo do Santa

Das 80 perdas, 37,5%, ou seja, 30 moradores, tinham 60 anos ou menos. O percentual é o mais alto desde a chegada do vírus à cidade, igualando-se ao de outubro do ano passado, quando 37,5% dos falecidos por coronavírus também tinham essa faixa etária. Em contrapartida, abril foi o mês em que menos idosos com mais de 80 anos morreram, proporcionalmente.

Foram oito óbitos de pessoas acima dos 80, o que sugere os primeiros efeitos da vacinação. Porém, como a campanha só ganhou ritmo no final de março, especialistas têm cautela ao analisar o cenário, já que ainda é cedo para enxergar com clareza se os números realmente são reflexo da imunização.

Para o infectologista Amaury Mielle, há indícios claros de que a as doses aplicadas começam a dar bons sinais aos grupos prioritários, que são os idosos e profissionais da saúde:

— Não temos os números, mas é notório que há menos profissionais da saúde adoecendo por conta do coronavírus — revela.

> Indaial transmite ao vivo vacinação contra a Covid-19 para evitar filas

Em Blumenau, até este sábado (1º), 81,5 mil pessoas foram vacinadas, sendo que 31,9 mil já receberam as duas doses necessárias. Apesar do número alto de mortes em abril, o de casos ativos é de 553, um dos menores dos últimos seis meses. São 51 blumenauenses internados em UTIs. Desde a chegada da pandemia são 488 óbitos e 51 mil infectados. 

Menos idosos internados

Em abril, o jornalista de dados da NSC Total, Cristian Weiss, em parceria com a NSC TV, mostrou, com base nas informações da Secretaria de Estado da Saúde, que a proporção de idosos entre os novos pacientes que dão entrada por semana em internações por covid-19 também vem em gradativa redução em Santa Catarina, especialmente para as pessoas acima de 80 anos.

Na semana em que a vacinação começou, pessoas acima de 60 anos representavam 56,6% dos que davam entrada em internações em SC. Essa proporção caiu para 43,8% na semana de 15 de abril em SC. A variação é mais significativa ainda entre os idosos acima de 80 anos. Eles representavam 13% em janeiro e são agora 6%.

Entre os indivíduos com sintomas severos que necessitam de leitos de terapia intensiva (UTIs), os dados também indicam gradativa redução da participação de pacientes com mais de 60 anos. Mas o movimento é mais evidente com pacientes a partir dos 80 anos.

Colunistas