nsc

publicidade

Violência

Adolescente morre após ser baleado no bairro Pantanal, em Florianópolis

Vítima foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Delegacia de homicídios investiga motivação do crime

02/06/2018 - 08h54 - Atualizada em: 02/06/2018 - 15h18

Compartilhe

Por Redação NSC
Local nas proximidades de onde adolescente foi baleado
Local nas proximidades de onde adolescente foi baleado
(Foto: )

Um adolescente de 16 anos foi vítima de homicídio na madrugada deste sábado, 2, na Capital. A vítima, Marcos Junior Graff Junior, foi encontrada pela Polícia Militar no estacionamento da UFSC, na Rua Deputado Antônio Edu Vieira, e em frente a um bar, no bairro Pantanal. O adolescente era natural de Florianópolis.

A PM foi chamada por volta de 1h para atender a ocorrência de um rapaz baleado. Segundo o tenente-coronel Marcelo Pontes, comandante do 4º Batalhão, quando os agentes e o Samu chegaram ao local, foram arremessadas pedras e garrafas contra os policiais. Por isso dispararam balas de borracha e gás lacrimogêneo para conseguir fazer o atendimento:

—Tinha um tumulto generalizado na frente do bar, muita gente e briga. E começaram a jogar pedra e garrafa contra a guarnição, impedindo de chegar na vítima. Diante dessa reação, tiveram que usar a força necessária para chegar até o rapaz que estava baleado.

Na tarde deste sábado, na área onde foi registrada a confusão, em frente a alguns bares movimentados da região, ainda havia muitas de garrafas de bebidas alcoólicas.

O garoto chegou a ser levado ao hospital Celso Ramos e estaria consciente, segundo a PM, mas não resistiu e morreu às 4h. Ele foi baleado em mais de uma parte do corpo, incluindo a cabeça, também de acordo com a PM. O corpo foi liberado pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) no final da manhã deste sábado.

O delegado Ênio Matos, da delegacia de Homicídios da Capital informa que a Polícia Civil está investigando o crime. Ainda não há informações sobre a motivação ou suspeitos.

Segundo a assessoria de imprensa da UFSC, o fato não tem qualquer relação com a instituição e não havia autorização de festas dentro da universidade. Reforçam ainda que a confusão aconteceu em frente a um bar do entorno.

Leia mais notícias de Florianópolis

Deixe seu comentário:

publicidade