nsc

publicidade

Crise no Scarpelli

Associação Figueirense confia que jogadores vão enfrentar o Cuiabá 

Nota assinada pelos presidentes dos Conselhos Administrativo, Deliberativo e Fiscal reconhece débito com profissionais, mas apela pela entrada em campo 

19/08/2019 - 13h55 - Atualizada em: 19/08/2019 - 14h10

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Jogadores embarcaram nesta segunda-feira (20) para Cuiabá
Jogadores embarcaram nesta segunda-feira (20) para Cuiabá

Os presidentes dos Conselhos Administrativo, Deliberativo e Fiscal do Figueirense emitiram uma nota oficial, nesta segunda-feira (19), em que reconhecem e se solidarizam aos jogadores e demais funcionários com salários atrasados. Ao mesmo tempo, dizem que "confiam" na entrada em campo do time para enfrentar o Cuiabá, nesta terça-feira (20).

O texto esclarece que, pelo termo de compromisso firmado com a empresa Elephant, que administra o futebol alvinegro, há previsão de aporte financeiro até o final de agosto, sob pena de rescisão de contrato.

Esse ponto corrobora a nota emitida pela diretoria, no final de semana, em que promete o pagamento dia 28. Já os jogadores, por meio de notificação extrajudicial enviada ao clube, exigiram o pagamento dos atrasados até dia 20, terça-feira. Na manhã desta segunda, o grupo embarcou para Cuiabá, depois de não treinar sexta-feira, sábado e domingo.

Confira a nota emitida no começo da tarde desta segunda-feira:

A Associação Figueirense Futebol Clube, através dos seus poderes constituídos, e em respeito à sua torcida, vem a público para esclarecer e informar o seguinte.

1. Em 08/08/2017 foi firmado Acordo com a empresa Elephant. Em 13/05/1019, a Associação, havendo identificado o não cumprimento de cláusulas desse Acordo, notificou a empresa Elephant visando o equacionamento das pendências. Em 30/07/2019 foi assinado um “Termo de Compromisso”, que estabelece um cronograma de investimentos e detalhamento de condições e compromissos do Acordo.

2. A Associação reconhece e se solidariza com atletas e funcionários que reclamam o pagamento de 1 mês de salário e 2 meses de direitos de imagem, além de pendências pontuais para alguns jogadores.

3. A Associação também esclarece a todos que, de acordo com o referido Termo de Compromisso, a primeira parcela de investimentos deverá ocorrer até o final deste mês, sob pena de rescisão dos acordos firmados.

4. Finalmente, a Associação confia que os jogadores, cientes dos esforços empreendidos na busca de atendimento às suas reivindicações, continuem honrando a camisa do Figueirense F.C., em respeito ao seu compromisso profissional e à imensa torcida alvinegra.

Luiz Fernando Philippi, presidente do Conselho Administrativo;

Luiz Angelo Sombrio,presidente do Conselho Fiscal;

Francisco de Assis Filho,presidente do Conselho Deliberativo.

Deixe seu comentário:

publicidade