Empatia é a palavra usada por Jéssica Amanda Pereira para descrever a atitude que teve no último domingo (23) durante a 25ª Maratona de Blumenau. Ela estava finalizando a prova de 42 quilômetros quando percebeu uma atleta caída atrás dela e voltou para ajudar. A cena viralizou nas redes sociais e, apesar de assustada com a repercussão, a corredora diz que faria tudo de novo.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Jéssica, de 31 anos, é mineira e veio a Santa Catarina especialmente para a prova. Ela conta que estava na quinta posição ao se aproximar dos últimos 200 metros para fechar o percurso. Embora cansada, diz que conseguiu manter a concentração e a força para as últimas passadas. Ainda assim, notou que a competidora à frente dava sinais de fraqueza.

— Eu a ultrapassei, e quando olhei para trás de novo vi ela no chão. Queria ajudar, mas tive medo de prejudicá-la e perguntei a organização se podia. Fiquei desesperada para tirar ela de lá e buscar socorro. Disseram que sim, e foi quando tentei erguer ela, mas ela caiu de novo. Aí veio um rapaz e a segurou pelo outro lado — conta Jéssica.

A atleta relata a garra da competidora ao chão, que dava sinais de que finalizaria a prova ainda que precisasse fazer isso se arrastando. Mas a preocupação era sobre o estado de saúde de maratonista, que aparentava alternância de consciência em alguns momentos. Amparada por Jéssica, Amanda Oliveira conseguiu cruzar a linha de chegada e ficou com a quinta posição.

Continua depois da publicidade

Família de Pomerode se surpreende com parto de ovelhas trigêmeas: “Tomamos um susto”

— O que eu fiz era para ser algo normal, não era para ser considerado assim extraordinário. Muito se fala sobre organização e regras para as provas, mas não podemos esquecer da empatia no esporte, do fair play — desabafa Jéssica, que durante a corrida trazia uma mensagem escrita em uma das mãos: “seja forte e corajosa, pois Deus está contigo”.

As duas competidoras ficaram lado a lado no pódio.

Leia mais

A estratégia de cidade catarinense para evitar envio de crianças ao abrigo

Sucesso relâmpago faz jovem do interior de SC virar estrela de marcas internacionais

Destaques do NSC Total