nsc
santa

publicidade

Mundo

Candidato de extrema-direita à presidência da Áustria quer demolir casa natal de Hitler

Norbert Hofer quer melhorar as relações com a comunidade judaica

11/09/2016 - 07h54 - Atualizada em: 11/09/2016 - 12h53

Compartilhe

Por AFP

O candidato de extrema-direita à presidência da Áustria, Norbert Hofer, afirmou que deseja demolir a casa onde nasceu Hitler e melhorar as relações com a comunidade judaica.

— As únicas opções são transformar (o local) em memorial ou demolir. Eu preferia demolir — disse o candidato do FPÖ a uma agência austríaca.

Leia mais:

Mulher da foto que virou símbolo do fim da II Guerra Mundial morre aos 92

O sequestro mais caro do mundo, realizado na Argentina em 1974

Há alguns meses, o governo austríaco aprovou uma lei para expropriar de maneira constritiva a casa, que fica em Braunau am Inn, norte do país, onde nasceu o ditador nazista em 1889, com o objetivo de evitar que o local se transforme em um ponto de peregrinação.

Mas não está claro o que acontecerá com o endereço. O imóvel tem um estatuto de local protegido não relacionado com Hitler, o que pode dificultar a demolição.

Hofer também afirmou que pretende melhorar as relações com a organização judaica IKG, que representa 15 mil pessoas na Áustria.

O IKG acusa o partido de Hofer, cujo primeiro líder, nos anos 1950 era um antigo SS, de simpatizar com os movimentos neonazistas e antissemitas, algo que o FPÖ nega.

A Áustria deve organizar o segundo turno das eleições presidenciais em 2 de outubro entre Hofer e o ecologista Alexander Van der Bellen.

A votação será uma repetição do segundo turno de 22 de maio, que terminou com uma vitória apertada de Van der Bellen, mas que foi anulada pelo Tribunal Constitucional depois da detecção de uma série de irregularidades.

Leia as últimas notícias do dia

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade