nsc

    Pandemia

    Clubes de SC fazem 605 testes para coronavírus; nove deram positivo

    Avaí, Figueirense, Chapecoense, Juventus, Joinville e Brusque testaram seus profissionais para retomarem treinos

    29/05/2020 - 11h53 - Atualizada em: 29/05/2020 - 13h03

    Compartilhe

    Kadu
    Por Kadu Reis
    Campeonato Catarinense está paralisado pela pandemia de coronavírus
    Campeonato Catarinense está paralisado pela pandemia de coronavírus
    (Foto: )

    Seis clubes que disputam o Campeonato Catarinense testaram seus profissionais para coronavírus, visando a retomada gradual dos treinamentos presenciais. Conforme comunicado da Federação Catarinense de Futebol (FCF) nesta sexta-feira (29), 605 testes foram feitos. Nove tiveram resultado positivo, sendo cinco atletas e quatro colaboradores administrativos.

    Primeiro clube a realizar testes, o Avaí fez 167 exames, obtendo cinco registros positivos. Três colaboradores recuperados, com presença de anticorpos, e um atleta que permanece em quarentena. O Figueirense fez 61 testes junto ao seu elenco e não encontrou casos confirmados de coronavírus. O clube ainda irá examinar cerca de 80 colaboradores.

    Na Chapecoense, 260 testes foram feitos com dois resultados positivos. Tiveram casos confirmados de coronavírus a mãe de um membro do departamento de futebol e outra colaboradora, esposa de um funcionário do clube, ambos assintomáticos. Joinville e Juventus realizaram 37 e 24 testes, respectivamente, sem casos confirmados. O Brusque examinou 46 colaboradores e identificou um atleta com coronavírus.

    Os seis clubes que fizeram testes retomam as atividades presenciais gradualmente. Criciúma, Concórdia, Marcílio Dias e Tubarão continuam trabalhando à distância e não realizaram a testagem. Conforme a Federação Catarinense de Futebol, os clubes devem executar o procedimento antes de reiniciarem os treinos no campo.

    Colunistas