nsc
nsc

Rafael Martini

Contracheque de servidor da Comcap mostra  R$ 8,3 mil em horas extras

Documento de agosto  está dando o que falar nas redes sociais

22/10/2017 - 11h25

Compartilhe

Por Redação NSC

O contracheque de agosto de um servidor da Comcap cedido à secretaria de Infraestrutura da Prefeitura de Florianópolis está dando o que falar nas redes sociais. O extrato mostra que o funcionário recebeu no mês de agosto R$ 8,3 mil somente em horas extras, perfazendo salário líquido de R$ 19,6 mil. Para uma administração que reclama dos cofres raspados e fala sempre em modelo de gestão, o pior da crise econômica pelo jeito já passou.

Bom humor contra o preconceito

A TV Globo estreia nesta segunda-feira o Outro Lado do Paraíso, a nova novela das 21h, que terá como um dos temas o nanismo. No mesmo dia, o Encontro com Fátima Bernardes exibe reportagem gravada com a servidora de São José, Liana Hones (na foto, ao centro), que esteve com a produção do programa numa escola do município para conversar com os estudantes na faixa dos 10 anos sobre nanismo. No papo descontraído rolou de tudo. Desde como dirigir um automóvel até as compras no supermercado. Além, é claro, sobre o preconceito, algo a ser constantemente combatido.

Muita calma nessa hora

Diante do pânico disseminado nas redes sociais de que as toxinas encontradas nos mexilhões no Norte do Estado podem provocar até a morte, o que seria um caso extremo e raro, o governo do Estado reforçou a equipe de técnicos e vistorias para evitar que um problema relativamente corriqueiro se transforme em crise para o setor produtivo.

Uma equipe técnica fará neste sábado pela manhã um sobrevoo de helicóptero pelo Litoral para conferir do alto a extensão da mancha de algas que estaria provocando a toxina paralisante (PSP) em mexilhões. A suspeita, inicialmente, é de que tenha sido trazida do litoral paulista pelas correntes marítimas.

Enquanto isso...

O prefeito Camilo Martins, de Palhoça, ligou ontem para o presidente da Cidasc, Enori Barbieri, em busca de mais detalhes. O município é o maior produtor do Estado de mexilhões, com 6,9 mil toneladas por ano. Foi informado de que o problema, por enquanto, era localizado no Litoral Norte."Temos de acompanhar o caso com atenção e responsabilidade, como tem feito a Cidasc, sem deixar de prestar apoio aos produtores porque o setor gera mais de 900 empregos diretos.", disse Martins.

De três

Nossa eterna Magic Paula, uma das melhores jogadoras brasileiras de todos os tempos, aproveitou a passagem pela cidade para dar aquela força também para a turma do Novo Basquete Florianópolis, entre eles Rafael Hahne e Carlos Scopel, da organização. Neste sábado à tarte tem mais uma rodada na sede do Doze, em Coqueiros.

História viva

Nelson Serpa, atual chefe da Casa Civil do governo do Estado, recebeu a visita do amigo e também ex-ocupante da mesma cadeira, o também jurista Salomão Ribas Júnior. Serpa entregou ao amigo exemplares do livro “Casa Civil – 180 anos de história”. A publicação conta a história da secretaria responsável pelo assessoramento direto do chefe do Executivo desde 1836 e foi desenvolvida pela área da comunicação da Casa Civil com a colaboração do ex-secretário. Um exemplar também foi doado à biblioteca da Academia Catarinense de Letras, presidida por Salomão Ribas Junior.

Acompanhe as últimas publicações de Rafael Martini

Leia as últimas notícias sobre a Grande Florianópolis

Colunistas