O Estádio Heriberto Hülse, a casa do Criciúma, pode passar por uma ampliação que aumentará a capacidade para 33 mil torcedores. Além disso, o Majestoso deverá ter setorização de arquibancadas, modernização no layout, segundo o novo Plano Diretor do Criciúma apresentado na terça-feira (11).

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

Conheça as camisas da Eurocopa 2024 e vote na mais bonita

Veja imagens do projeto de ampliação do Estádio Heriberto Hülse, a casa do Criciúma

Continua depois da publicidade

O plano foi proposto pelo Conselho Deliberativo do clube, possui três etapas e ainda não há previsão para o começo das obras. Na primeira etapa será feita a setorização com cinco espaços: Os Tigres, Sociais (cadeiras), Guerrilha Jovem, Imprensa e Visitante.

Com um layout modernizado, o projeto apresenta novos vestiários, salas de imprensa, zona mista, memorial e lojas. A capacidade atual do Heriberto Hülse é de 19.225 torcedores e já na primeira etapa, essa quantidade aumentaria em até 2,4 mil lugares.

Um dos anseios antigos dos torcedores, que é o fechamento do fosso, seria atendido. A repórter Manu Silva conversou com o presidente do Criciúma, Vilmar Guedes. A condição para que as obras saiam do papel é captação de recursos.

— Entendo como essencial a produção de um manual de bordo, aprovado, com a possibilidade de execução. Eu vi como positivo que foi dividido em três etapas. […] Sem prazo para execução, podemos considerar como uma situação atemporal, para que as obras futuras sejam feitas de forma organizada. O clube no momento não reúne recursos para execução das obras. Vamos, a partir da aprovação, com muita calma, a partir do ano que vem, buscar os recursos para tentar fazer a primeira etapa – disse o presidente do clube, Vilmar Guedes, em entrevista ao ge.

Continua depois da publicidade

A segunda etapa traz a ampliação da área “Os Tigres” e camarotes, com mais 5,1 mil lugares, além da construção de uma área comercial e edifício garagem com 950 vagas. Está previsto também um passeio carvoeiro com área comercial e gastronômica.

Por fim, na última etapa, a ideia é que seja construído um hotel e explorado mais o lado comercial, podendo utilizar não só em dia de jogos. Segundo o presidente do Conselho Deliberativo, Guilherme Burigo, os valores previstos para cada etapa são de R$ 18 milhões, R$ 70 milhões e R$ 30 milhões, respectivamente.

Vídeo mostra como deverá ficar o Estádio Heriberto Hülse

Leia também:

FOTOS: Nova camisa do Figueirense homenageia 30 anos de título histórico

Figueirense confirma presença de campeão da Champions League em jogo de despedida

*Pablo Brito é estagiário sob supervisão de Diogo Maçaneiro

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC.

Destaques do NSC Total