nsc

Campeonato Catarinense

"Deixaram a gente sonhar", diz Éverton Santos, capitão do Figueirense

De volta ao estadual, Alvinegro superou a Chapecoense no jogo de ida das quartas de final

10/05/2021 - 16h41 - Atualizada em: 10/05/2021 - 16h42

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Foto do jogo entre Figueirense 3x1 Chapecoense no dia 09/05/2021 pelo Campeonato Catarinense no Estádio Orlando Scarpelli
Éverton Santos participou diretamente de dois dos três gols do Figueirense contra a Chapecoense
(Foto: )

A vitória do Figueirense por 3 a 1 sobre a Chapecoense surpreendeu os fãs do Campeonato Catarinense. Virou o estadual de pernas para o ar, como disse Rodrigo Faraco. O Alvinegro, antes eliminado, retornou à disputa e entra com vantagem contra a líder Chape para a segunda partida das quartas de final. O time voltou a sonhar, nas palavras do capitão Éverton Santos, em entrevista ao Giro Total nesta segunda-feira (10).

> Figueirense vence a Chapecoense e sai na frente no duelo das quartas de final

 — Deixaram a gente sonhar. A gente não tem nada com isso, com o regulamento. Estamos confiantes e esperançosos em repetir a boa atuação que tivemos. Vamos viajar para Chapecó com o intuito de conseguir a vaga. Vamos fazer nossa recuperação, uma boa viagem, e seguir com o mental forte — afirma o lateral-direito alvinegro.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Em campo, o Figueirense revirou o favoritismo da Chapecoense no Estádio Orlando Scarpelli neste domingo (9). Em 25 minutos, a equipe que irá disputar a Série C vencia um time que vai para a Série A por 3 a 0. O Alvinegro não vencia a Chape na Capital há seis anos e o Verdão não sofria três gols há quatro meses. Éverton Santos diz que a marcação foi ponto-chave.

> Jogador Fora de Campo: Everton Santos, do Figueirense, relembra passagem no PSG e aventuras na Índia

— O fator surpresa foi essa mudança da atitude com a marcação, a pressão em cima. Acredito que a Chapecoense não esperava esse formato de marcação, até porque não marcamos assim durante o campeonato. Fizemos diferente, não deixamos espaço e fomos nos impondo — analisa o capitão do Figueirense.

Assista a entrevista com Éverton Santos no Giro Total

Sabemos da qualidade da Chapecoense. Será um jogo muito difícil contra a melhor equipe da competição. Temos que nos preparar para fazer mais uma boa partida e conquistar o resultado

> Roberto Alves: Figueirense jogou como ainda não se tinha visto neste ano

O jogo de volta das quartas de final acontece nesta quarta-feira (12), na Arena Condá. A Chapecoense precisa vencer o Figueirense por pelo menos dois gols de diferença para garantir a passagem para as semifinais. Com a vitória na primeira partida, o Alvinegro pode perder, desde que seja por apenas um gol de diferença, para avançar e encarar o Marcílio Dias.

E o Tribunal?

O Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC) deve realizar uma sessão extraordinária do Pleno neste quinta-feira (13) visando o julgamento do recurso impetrado pelo Hercílio Luz. O clube do Sul do Estado perdeu três pontos da primeira fase por uma escalação irregular. A Chapecoense participa do caso, defendendo o direito de jogar as semifinais, pois se classificou diante do time hercilista nas quartas.

Leia mais

> Ouça o Debate Diário: a surpreendente vitória do Figueirense sobre a Chapecoense

> Roberto Alves: Nação alvinegra com insônia até quarta-feira

> Faraco: “Chegamos para brigar pelo acesso”, avisa Luiz Alberto, da LA Sports, nova parceira do Figueirense

Colunistas