Celebrando 99 anos de história no futebol, o Figueirense lançou um documentário que relembra grandes momentos da trajetória alvinegra. Depoimentos como o do histórico zagueiro Deodoro Trilha e do lateral-esquerdo Filipe Luís levaram os alvinegros às lágrimas, conforme os relatos dos torcedores nas redes sociais. O material audiovisual chamado de “Resgatando a Raiz” foi produzido pela equipe de comunicação do clube.

Continua depois da publicidade

Assista o documentário Resgatando a Raiz:

Um dos pontos altos do documentário alvinegro, que traz depoimentos de uma série de personagens que construíram e constroem a história do clube, é a fala de Deodoro Trilha. O manezinho, zagueiro histórico do clube, participou de momentos como a inauguração do Estádio Orlando Scarpelli, em 1960. Em suas palavras transparece o amor pelo Figueirense.

— Rapaz, o que eu sinto? É tão forte o que eu sinto pelo Figueirense que eu fico emocionado. A emoção, o amor que eu tenho, pra mim tudo que se trata do Figueirense é bom. Tudo. Isso aqui é orgulho. Eu suei essa camisa, saía suor sangue, mas eu estava lá. Meu Figueira é o meu Figueira. Amo muito esse Figueirense — disse o ex-jogador.

Documentário mostra um dia de jogo no Scarpelli dos anos 70
Documentário mostra um dia de jogo no Scarpelli dos anos 70 (Foto: Reprodução / Documentário Resgatando a Raiz / Figueirense FC)

Em cerca de uma hora e meia de produção, o documentário “Resgatando a Raiz” reúne as participações de ídolos do clube, dirigentes, funcionários, jogadores do atual elenco e representantes da torcida. Formado no clube, o lateral-esquerdo Filipe Luís, que joga no Flamengo, foi um dos entrevistados. Apesar da carreira vitoriosa na Europa em clubes como Atlético de Madri e Chelsea, ele mostra que não esqueceu do Figueirense.

Continua depois da publicidade

— A única coisa que posso dizer nos 99 anos do Figueirense não é parabéns, mas obrigado. Obrigado por tudo que você fez por mim, FIgueira. Obrigado a todos os torcedores pelo apoio, por cantarem meu nome. Era uma sensação maravilhosa, que está guardada na minha memória para sempre. Figueira, eu te amo. Parabéns e muito obrigado — agradece Filipe Luís.

Fundado em 12 de junho de 1921, o Figueirense comemora 99 anos de fundação. O clube com o maior número de títulos do Campeonato Catarinense, 18, planeja o centenário, que será celebrado na próxima temporada. No site da CBN Diário, teste em um quiz os seus conhecimentos sobre a história do Furacão do Estreito.

Destaques do NSC Total