nsc
an

Dança

Escola Bolshoi faz estreia presencial do espetáculo "Balé 432"

Espetáculo terá duas sessões nesta quinta-feira (18), no Teatro Juarez Machado

15/11/2021 - 09h11

Compartilhe

Marina
Por Marina Martini Lopes
Escola Bolshoi Balé 432
O trabalho coreográfico de dois atos retrata a chegada da pandemia em 2020 e o seu desenvolvimento
(Foto: )

Nesta quinta-feira, dia 18 de novembro, a Escola Bolshoi estreia o Balé 432, um trabalho coreográfico de dois atos que retrata a chegada da pandemia em 2020 e o seu desenvolvimento. A estreia acontece no Teatro Juarez Machado, em duas sessões, às 19h e 20h30. O evento é presencial, e os ingressos podem ser adquiridos por R$40.

> Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do A Notícia

Com a chegada da pandemia, em 2020, os artistas encontraram uma forma de levar arte para um público inquieto por meio das redes sociais. Nessa frente, quatro professores da Escola Bolshoi, ex-alunos, todos joinvilenses - Ariate Costa, Bruna Lorrenzzetti, Maikon Golini e William Almeida -, apoiados pelo diretor geral Pavel Kazarian, iniciaram o projeto coreográfico.

Os coreógrafos buscaram inspiração na frequência sonora 432hz - e, dessa forma, inseriram no movimento dos bailarinos toda a expressão, desabafo, criação, comemoração e acima de tudo, esperança. Cada coreógrafo pensou a sua criação no tempo atual, refletindo questões vividas pela sociedade nesse período: loucura, angústia, medo, incertezas, raridade, reinvenção e vida.

- No primeiro ato, momento da descoberta do coronavírus, coreografado em 2020, o contato físico é restrito, existe o desafio, o uso de máscaras, um estudo elaborado de outras epidemias - explica o coreógrafo Maikon Golini. - Já no segundo ato temos o contraponto, já estamos vivendo outro momento, e o contato físico é mais perceptível, volta a compor a cena; e agora existe a esperança, a vacina, e quem sabe a cura.

> VÍDEO: afinal, Marighella é bom?

Os coreógrafos convidaram profissionais como Cecília Kerche, Cícero Gomes, Julie Endo, Marcos Teófilo, Jovani Furlan, Olívia Pureza e a artista plástica Daniele Rieper, que encabeçaram algumas conversas, inspiraram os bailarinos e contribuíram para a estética dos movimentos do balé. As máscaras, que atualmente fazem parte do nosso cotidiano, foram especialmente pensadas e estudadas para o trabalho. O adereço vai além dos figurinos, fazendo parte da composição do personagem em cena.

Estreia do Espetáculo 432

Quinta-feira, dia 18 de novembro de 2021; às 19h e 20h30

Teatro Juarez Machado

Ingressos à venda na Enjoyticket, por R$ 40

Leia também:

> 2ª Mostra de Rua FITA apresenta espetáculos de teatro de animação online

> Brasil é o segundo país que mais assiste a séries e filmes online

> Catarinense que mora em Los Angeles lança livro de poemas bilíngue no Brasil

Colunistas