A etapa regional da WSL com status de QS 3000 começou nesta quarta-feira (6) na Praia Mole, em Florianópolis. A competição decide os títulos sul-americanos da temporada 2023/2024 e conta com participantes renomados no cenário nacional.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

FOTOS: Veja como vai ficar o novo Camp Nou, a casa do Barcelona

A catarinense Tainá Hinckel é uma das estrelas e já está classificada para os Jogos Olímpicos de Paris e pode faturar o título de campeã sul-americana. Ela e o Ian Gouveia, lideram os rankings da WSL South America

Continua depois da publicidade

A estimativa é que a competição inicie às 8h, com a primeira chamada marcada para acontecer às 7h30min da quarta-feira.

A única surfista que pode tirar o titulo da catarinense é a paulista Sophia Medina, campeã sul-americana de 2021/2022. Para isso, Tainá Hinckel precisa perder antes das quartas de final. No ano passado, a surfista da Guarda do Embaú foi a vice-campeã da etapa, vencido pela experiente Silvana Lima.

Conheça as surfistas que participarão do WSL em Florianópolis

Nesta semana, também serão decididas as classificações para o Challenger Series 2024, o circuito de acesso para a elite do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT).

Continua depois da publicidade

Os rankings da WSL South America indicam sete homens e três mulheres e Tainá Hinckel é a única que já está garantida na lista. Sophia Medina ocupa a segunda posição e em terceiro está outra catarinense, Laura Raupp, campeã em 2021, quando tinha apenas 15 anos de idade.

Mais cinco surfistas estão na briga, Isabelle Nalu em 4º lugar, a argentina Vera Jarisz em 5º e as peruanas Arena Rodriguez Vargas em 6º, Melanie Giunta em 7º e Kalea Gervasi em 10º.

Busca pelo título sul-americano masculino

Além da busca pelo título, as sete vagas para o Challenger Series está aberta. O líder, Ian Gouveia, é ameaçado por seis surfistas, principalmente pelo vice-líder, Mateus Herdy, com quem a disputa é fase a fase e o título pode ser decidido até mesmo em uma possível final entre a dupla na etapa da Praia Mole.

Veja os surfistas que participarão do WSL em Florianópolis

Continua depois da publicidade

Mateus já está garantido no Challenger Series 2024, então o ranking da WSL South America está classificando até o oitavo colocado, o também catarinense Lucas Vicente.

A disputa pelas sete vagas para o Challenger Series, também será intensa na Praia Mole. São 31 surfistas com chances matemáticas de superar os 3.942 pontos do Lucas Vicente, que no momento está fechando a zona de classificação para o circuito de acesso para o CT.

No entanto, a cada bateria que o catarinense avançar, vai tirando concorrentes da briga. A maioria deles está na lista dos 40 cabeças de chave, que estrearão só na segunda fase. Outros 41 que estão mais abaixo no ranking, foram divididos nas 12 baterias da primeira fase.

Assista também

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total