nsc
nsc

Relacionamento

Falando de Sexo: a importância do beijo na intimidade

Colunistas Lúcia Pesca e Andréa Alves tiram dúvidas de leitores

01/09/2017 - 10h02

Compartilhe

Por Redação NSC

* Meu namorado quer fazer sexo e não beijar. Ele diz que gosta de mim, mas não consegue dar um beijo de língua. Se não beijar, pra mim, fica sem graça. E parece que ele só quer é o meu corpo. Ficar dando uma "bicota" de lábios serrados é gostar?

(Foto: )

O sexo gostoso começa na cabeça e no beijo na boca. Um dos principais termômetros da intimidade do casal é o beijo. É ele que aumenta a intimidade. Com tesão, por que não beijar? Tem beijo doce, beijo faminto, beijo-mordida, molhado e tem beijo até o famoso "selinho".

Tem os inesquecíveis, aqueles mais surpreendentes, os que foram roubados e os que nós deixamos roubar. Tem beijo proibido, ousado, lambuzado... Tem para todos os gostos! A gente gosta mesmo é de beijar, e mulher, mais ainda. Tem coisa melhor do que um beijo demorado, onde o casal vai inventando coisas diferentes durante esta demonstração de carinho?

Dicas

Ajude seu namorado beijando outras partes do corpo, como as mãos, os braços e o pescoço dele, aos poucos. Depois, peça para que ele faça o mesmo em você. Em seguida vá para o rosto: beije os olhos dele, a bochecha, o nariz e vá para os lábios. Molhe os lábios dele com a sua língua.

Outra dica é usar a sua respiração para deixar o outro entusiasmado. A partir daí, vá de acordo com o ritmo dele, até onde ele aguentar. Talvez, você leve alguns dias fazendo o mesmo ritual até que seu amado se acostume e deixe as línguas dos dois se encontrarem dentro da boca. Neste momento, vocês terão vencido uma batalha juntos, e isto une muito o casal. Aproveite as dicas e boa sorte!

Leia todas as colunas do Falando de Sexo

Leia mais notícias da Hora de SC

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas