* Oi, Lúcia e Andréa! Gosto muito de ler o que vocês escrevem. Leio sempre!

Continua depois da publicidade

Faz um tempinho que penso em mandar e-mail para vocês, e meu marido me estimulou a enviar, ele acha que vocês podem me ajudar. É que eu me sinto feia e gorda. Ele insiste que não o sou, mas não acredito no que ele fala a respeito disso.

Querida amiga, a melhor coisa que você pode fazer é aprender a se amar como seu marido a ama e, depois, aperfeiçoar esse amor. Será que, para acreditar que alguém te ama, você deveria ser perfeita? Questione-se!

O que é ser perfeita para você?

Continua depois da publicidade

É ser magra, sem nenhuma barriguinha? Pare com isso! Lembre-se, sempre, de que a beleza da mulher esta no conjunto: suas atitudes, seu afeto e o seu “ser mulher”. Aliás, você tem que lembrar que perfeição não existe. E mais, seu marido a ama pelo jeito que você é, e não por qualquer padrão de beleza que a sociedade impõe. Infelizmente, muitas mulheres passam pelos mesmos conflitos.

Entretanto, se você está tão descontente com seu corpo, que tal agir para mudar a sua autoestima? Pense sobre a sua rotina: o que tem feito para resolver isto? Talvez, tomar alguma iniciativa para melhorar sua alimentação ou fazer atividade física podem resolver bem esta questão.

Eles não se importam

Mas lembre-se disso: para os homens, o mais importante entre quatro paredes é o que se passa dentro da cabeça de sua mulher, e não com suas medidas. E ainda, sensualidade, para eles, é uma mulher que, independentemente de sua estética, demonstre ter confiança no taco dela.

Continua depois da publicidade

Leia todas as colunas do Falando de Sexo

Leia mais notícias da Hora de SC

Destaques do NSC Total