nsc

publicidade

Esclarecimento

Falando de Sexo: sou um compulsivo sexual?

Colunistas Lúcia Pesca e Andréa Alves tiram dúvidas de leitores

09/10/2018 - 09h55

Compartilhe

Por Redação NSC

*Acho que tenho um problema, porque sou louco por sexo! Por mim, faria todos os dias e, se fosse possível, passaria o dia transando. Estou sempre excitado. Às vezes, fico um pouco envergonhado de estar assim, com receio de que alguém perceba. Isto é normal? Tenho algum problema? Sou um homem doente por sexo?

(Foto: )

Amigo leitor, pode ser normal ter bastante desejo sexual e querer estar sempre pronto para a transa. Contudo, você diz que é um viciado em sexo. Vamos lá.

Sobre isto, podemos lhe dizer que o impulso sexual varia de pessoa para pessoa. Uns podem ter vontade de transar três vezes no mesmo dia, enquanto outros apenas uma vez, ou até menos, tendo a mesma idade que você, sem que isto possa ser visto como fora da normalidade. Gostar de sexo e ter relações diariamente (inclusive, mais de uma vez) não significa ser um compulsivo sexual.

Doença

A patologia, ou seja, a doença, é diagnosticada quando a pessoa não consegue ter controle toda vez que tem vontade – isto é, ela faz independentemente de qualquer coisa.

Nestes casos, a vida passa a girar em torno do sexo, a ponto de outras atividades e de compromissos serem adiados para ter encontros sexuais. A necessidades de sexo é tão forte que não são levados em conta comportamentos de alto risco: não usar camisinha e não se importar com quem ou onde vai manter relações.

Além disso, há um alto grau de angústia e de ansiedade envolvidos.

Leia todas as colunas do Falando de Sexo

Confira notícias da Grande Florianópolis

Deixe seu comentário:

publicidade