A prefeitura de Florianópolis voltou atrás da decisão de proibir a prática de skate no Largo da Alfândega, no Centro, depois de ter, inclusive, instalado placas no local em sinalização à proibição. Em anúncio nesta quinta-feira (6), após reunião do prefeito Topázio Neto (PSD) com skatistas, ficou definido que o esporte estará permitido no espaço das 19h30 às 6h30, intervalo com menor fluxo de pedestres e, por consequência, risco mais baixo de acidentes.

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias de Florianópolis no WhatsApp

Entre os líderes escolhidos pelos próprios skatistas para chegar a um acordo com o prefeito, esteve o atleta profissional de skate e medalhista olímpico Pedro Barros, morador da Capital.

Na terça (4), Topázio havia publicado um vídeo em convocação para que os skatistas definissem seus próprios líderes e se dispusessem a um encontro para resolver a questão. A proibição havia sido criticada mesmo por quem não pratica o esporte, mas vê maior segurança em ter o Centro ocupado praticantes da modalidade em horários com menor fluxo.

Além do novo horário de permissão, que estará sinalizado em novas placas que serão acopladas ao Largo da Alfândega, a prefeitura anunciou que mudará os assentos de madeira dos bancos do espaço, desgastados pelas manobras dos skatistas.

Continua depois da publicidade

Não foi definido, no entanto, qual deve ser o material substituto, sendo necessário estudo sobre alguma alternativa que permita a prática e, ao mesmo tempo, a manutenção do mobiliário público.

A prefeitura ainda comunicou ter apresentado, durante a reunião com os skatistas, os projetos de pistas de skate em construção, sendo duas delas exclusivas de street (o estilo praticado no Largo da Alfândega): no bairro do Abraão, na região continental, e na Trindade, na região central da Ilha. A segunda delas, que será a maior da cidade, tem previsão de ser entregue em abril.

Leia mais

Conheça a história de Pedro Barros, catarinense medalhista olímpico

Destaques do NSC Total