nsc
hora_de_sc

Solidariedade

Jogadores cruzam os braços no Brasileirão em protesto à invasão no Figueirense

Atletas manifestam repúdio às agressões no Orlando Scarpelli

09/09/2020 - 22h24 - Atualizada em: 10/09/2020 - 07h48

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
Jogadores dos dois times surpreenderam no começo do jogo
Jogadores surpreenderam no começo do jogo
(Foto: )

O minuto de silêncio terminou, o árbitro apitou, mas o jogo nao começou. Jogadores dos dois clubes surpreenderam ao permanecer por alguns segundos de braços cruzados, em uma atitude de apoio aos atletas e funcionários do Figueirense vítimas de agressões e ameaças em uma invasão ao Estádio Orlando Scarpelli, no sábado (5) passado. 

Foi assim em vários jogos da rodada do Campeonato Brasileiro, do Fla-Flu no Maracanã a Santos x Atlético-MG na Vila Belmiro ou São Paulo x Bragantino no Morumbi. O protesto dos jogadores buscou chamar a atenção para os riscos que excessos como o de sábado representam para os profissionais da bola. 

> Chapecoense faz 2 a 0 no Brusque e abre vantagem na final do Catarinense

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e também é acompanhado pelo Ministério Público de Santa Catarina. Jogadores que estavam no Scarpelli sábado serão ouvidos nesta quinta-feira (10).

Joadores do Vasco também cruzaram os braços
Joadores do Vasco também cruzaram os braços
(Foto: )

Colunistas