Grant Wahl, jornalista dos Estados Unidos, morreu durante a partida entre Holanda e Argentina, na sexta-feira (9), pelas quartas de final da Copa do Mundo, no Estádio Lusail, no Catar. O profissional de 49 anos passou mal nas tribunas e foi atendimento pela equipe médica do local, mas não resistiu.

Continua depois da publicidade

A seleção americana lamentou a morte de Grant Wahl nas redes sociais e disse “que os fãs do futebol estão de coração partido”.

Receba notícias do DC via Telegram


– Toda a família do futebol americano está com o coração partido ao saber que perdemos Grant Wahl. Fãs de futebol e jornalismo sabiam que sempre podíamos contar com ele para entregar histórias perspicazes e divertidas. Times, jogadores, treinadores e as muitas personalidades que tornam o futebol diferente de qualquer outro esporte. Aqui nos Estados Unidos, a paixão de Grant pelo futebol e o compromisso de elevar seu perfil em nosso cenário esportivo desempenharam um papel importante em ajudar a despertar o interesse e o respeito por nosso belo esporte. Ele continuará sendo uma inspiração para todos. Grant fez do futebol o trabalho de sua vida e estamos arrasados ​​porque ele e sua escrita brilhante não estarão mais conosco. Agradecemos a Grant por sua dedicação. Sua escrita e as histórias que ele contou viverão – diz a publicação.

Continua depois da publicidade

Grant Wahl ficou mais conhecido no Mundial do Catar quando foi barrado no Estádio Ahmad bin Ali, no dia 21 de novembro, por vestir uma camiseta estampada com um arco-íris.

Leia mais

Richarlison: “Dá vontade de entrar em um lugar e não aparecer nunca mais”

“Parece um pesadelo”, diz Neymar após eliminação na Copa do Mundo

Destaques do NSC Total