publicidade

Esportes
Navegue por

Catarinense 2019

Maria quer Figueirense com controle emocional no clássico, inclusive de sua torcida

"Se tiver de acontecer um incidente de torcedor, que fira integridade física de alguém, prefiro perder o jogo", disse o técnico em coletiva antes de clássico do Figueira contra o Avaí

15/03/2019 - 18h07 - Atualizada em: 15/03/2019 - 18h37

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Hemerson Maria mantém dúvidas na escalação para o clássico
Hemerson Maria mantém dúvidas na escalação para o clássico
(Foto: )

O Figueirense que encara o Avaí às 16h deste domingo (17), na Ressacada, deve ser sereno, controlado emocionalmente. Ao longo da semana, o técnico Hemerson Maria trabalhou o aspecto psicológico com os atletas, entre os treinamentos de fundamentos. Para ele, é o trunfo para vencer um clássico da importância que o embate tem. No entanto, não é só dentro de campo que o controle é necessário.

— Só faço apelo, do coração: se tiver de acontecer um incidente de torcedor, que fira integridade física de alguém, prefiro perder o jogo. Nenhuma vida vale a pena ser perdida por causa de um jogo de futebol, ou uma criança ficar traumatizada por causa de algum incidente. Espero que seja uma festa bonita. Que seja espetáculo bonito de incentivo e grito de torcedor, e que a violência não encubra este grande jogo.

Para a partida, o técnico conta com os retornos do zagueiro Pereira e dos volantes Zé Antônio e Betinho, que cumpriram suspensão na rodada passada, e tem o atacante Willian Popp disponível, após ser poupado de treinos do começo da semana. No entanto, a escalação que começa a partida deve ser revelada apenas antes da bola rolar na Ressacada. Nesta sexta-feira, apesar do treino aberto, o comandante não indicou quais são os 11 que iniciam o embate.

— Trabalhamos todos os aspectos e também o psicológico, que mais vai contar neste jogo. É a partida mais importante do Estado. O clássico pode encaminhar a classificação no Catarinense, abrirmos seis pontos em relação ao Avaí. Um mal resultado, porém, pode nos colocar em terceiro. Temos colocado isso aos atletas. Tem a despedida de um grande jogador, que é o Marquinhos. São ingredientes de grande apelo emocional.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação