nsc
santa

Esporte

Matheus Navarro e Tainá Hinckel vencem 2ª etapa do Circuito Catarinense de Surf

Campeonato foi disputado na Praia Brava, em Itajaí

25/07/2022 - 15h39 - Atualizada em: 26/07/2022 - 13h02

Compartilhe

Rafael
Por Rafael Thomé
Matheus Navarro deu show de aéreos na final
Matheus Navarro deu show de aéreos na final
(Foto: )

O título masculino da segunda etapa do Circuito Catarinense de surf ficou em casa. Na Praia Brava, em Itajaí, o local Matheus Navarro levou a melhor sobre Hedieferson Junior, de Itapoá, e faturou o caneco neste domingo (24). De quebra, Navarro ainda assumiu a liderança do ranking.

Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp

A bateria começou com duas ondas de Hedieferson Junior com notas 4,33 e 4,57. Matheus Navarro escolheu uma direita mais próxima do Canto do Morcego e achou a rampa pra mandar um aéreo rodando de frontside, que valeu 8,33. Hedieferson respondeu com 6,17 surfando mais forte uma boa esquerda. Mas, o itajaiense nascido e criado nas ondas da Praia Brava, usa o aéreo de novo nas direitas e somou 7,50, confirmando a vitória.

Em entrevista à Federação Catarinense de Surf, Matheus Navarro falou sobre a vitória em casa. "É emocionante demais. Na vida de surfista, a gente perde muito mais do que ganha, então tem que aproveitar o momento das vitórias. Poder vencer com toda a minha família aqui na areia, é surreal. Até minha avó estava aqui e eu não tinha visto ela antes, então é um momento muito marcante na minha vida", comemorou.

No feminino, Tainá Hinckel fez valer o favoritismo e bateu a argentina Coco Cianciarulo. Tainá pegou a primeira onda da final, uma esquerda que rendeu duas manobras de backside e uma nota 6,50. Coco conseguiu uma nota 6,10 na sequência, mas Tainá acertou uma paulada vertical em outra esquerda e conseguiu outro 6,50. Foi o suficiente pra garantir a vitória.

Local da Guarda do Embaú, ela comemorou o título em Itajaí logo na primeira vez que vestiu uma lycra lá. "Estou muito feliz por ter vencido aqui na Praia Brava, pois é a primeira vez que estou competindo aqui", destacou. Ela já tinha vencido a primeira etapa em Florianópolis e ampliou sua liderança no ranking. "O mar estava bem difícil, mas consegui achar umas ondas boas que foram suficientes pra vencer. Estou amarradona com minha performance, pois venho treinando bastante para isso", encerrou.

Tainá Hinckel venceu em Itajaí na primeira vez que competiu lá
Tainá Hinckel venceu em Itajaí na primeira vez que competiu lá
(Foto: )

A terceira das cinco etapas que vão definir os campeões estaduais de 2022, será o São Chico Pro, entre os dias 1 e 4 de setembro, na Prainha, em São Francisco do Sul.

Leia também

Florianópolis sedia campeonato de surf com presença de Mateus Herdy e Lucas Silveira

VÍDEO: surfista aproveita força da água e faz manobras em rio de SC

Jogadoras que atuam em SC disputam Copa América pelo Paraguai

Colunistas