A ex-jogadora de vôlei Walewska Oliveira, de 43 anos, morreu na tarde da última quinta-feira (21), em São Paulo (SP), e o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil levanta o que pode ser uma das linhas de investigações sobre o caso.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Morre Walewska Oliveira, ex-jogadora de vôlei e campeã olímpica

VÍDEO: Veja o que disse Marcos Braz sobre briga com torcedor do Flamengo

O que se sabe sobre a morte de Walewska Oliveira

Segundo o ge, o que se sabe é que o documento aponta que a ex-atleta caiu do 17º andar e que, segundo o boletim, há investigação sobre hipótese de suicídio. O documento, registrado pelo 78º Distrito Policial, pontua que a ocorrência foi às 18h09 da quinta, com a comunicação às 20h19.

Continua depois da publicidade

Foi citado ainda que a gestora do empreendimento relatou que ela teria se jogado do local onde fica a área de lazer, que é acessada por biometria facial e conta com câmeras no corredor. O sistema de monitoramento apontou que a ex-atleta teria entrado sozinha às 16h50.

De acordo com o UOL, o boletim de ocorrência aponta que uma carta de despedida foi encontrada dentro de uma pasta sobre a mesa em que Walewska estava. Além disso, uma garrafa de vinho, uma taça e um celular também foram localizados no local.

Antes do ocorrido, uma auxiliar de limpeza encontrou a ex-atleta sentada sozinha à mesa e conversaram rapidamente. Ainda conforme o portal, Ricardo Alexandre Mendes, marido de Walewska, declarou à polícia que chegou no apartamento do casal por volta das 17h30 e não sabia que a esposa estava no prédio.

Segundo o relato do homem, Walewska enviou uma mensagem de texto às 18h07 falando que o relacionamento estava desgastado. Cerca de 20 minutos depois, ele conta que recebeu uma mensagem no grupo do prédio sobre o ocorrido com a mulher.

Continua depois da publicidade

O corpo será velado e enterrado em Belo Horizonte, cidade natal da ex-atleta.

Walewska Oliveira fez parte da seleção campeã nas Olimpíadas de Pequim, em 2008. Ela se aposentou em 2022 e lançou recentemente a sua biografia chamada de ‘Outras Redes” em parceria com o escritor Teco Condado e com prefácio de Bernadinho, onde conta sobre sua fase de autoconhecimento após deixar as quadras.

Dias antes da sua morte, a ex-atleta visitou a comissão técnica do Palmeira e entregou o seu livro para o técnico Abel Ferraira. O clube também lamentou o falecimento de Walewska.

Assista também:

Destaques do NSC Total