Com a saída de Tite do comando técnico da seleção brasileira após a Copa do Mundo do Catar, a principal dúvida do torcedor é: quem vai assumir como treinador? Entre as especulações, treinadores estrangeiros, atuando no Brasil ou não, como Abel Ferreira, Jorge Jesus, Guardiola e Ancelotti.

Continua depois da publicidade

Receba notícias do DC via Telegram

Há também os entusiastas por técnicos brasileiros, como é o caso do pentacampeão com o Brasil em 2002, o ex-jogador Cafu, que torce para que o comando técnico seja dos jovens.

– Eu daria para um jovem brasileiro para que pudesse mostrar seu trabalho e seu talento na seleção brasileira, Rogério Ceni e Fernando Diniz são dois bons nomes – disse Cafu.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não descarta a decisão inédita de contratar um estrangeiro para treinar a seleção para o ciclo do Mundial de 2026, mas ainda não há nomes em negociação ou no radar graças à uma promessa feita por Ednaldo Rodrigues, presidente da entidade, a Tite: pensar na sucessão só depois desta Copa.

Continua depois da publicidade

Leia também

Do PSG à final da Copa do Mundo: Mbappé e Messi estão empatados na artilharia

Deschamps é o quarto treinador a disputar duas finais consecutivas na Copa do Mundo

Destaques do NSC Total