nsc

Violência no Scarpelli

Polícia instaura inquérito sobre invasão ao treino do Figueirense

São investigados os crimes de lesão corporal, danos ao patrimônio e promoção de tumulto

06/09/2020 - 15h23

Compartilhe

Por Márcio Serafini
Morador filmou invasão(Foto: Reprodução)
Morador filmou invasão
(Foto: )

 A Polícia Civil instaurou inquérito para identificar as cerca de 40 pessoas que invadiram o treino do Figueirense, na tarde de sábado (5), no Estádio Orlando Scarpelli, e ameaçaram jogadores e funcionários. São investigados os crimes de lesão corporal, danos ao patrimônio, ameaças e tumulto. A tipificação pode ser alterada conforme o andamento do inquérito, caso se comprove, por exemplo, a presença de armas de fogo entre os invasores.

O delegado do Continente, Paulo Augusto Hakin, disse em entrevista à CBN Diário que o inquérito deve durar algumas semanas:

- Já foram colhidas algumas imagens e ainda nao foi possível identificar todos os envolvidos. Na terça-feira (8) será realisada uma oitiva com o diretor do estádio e outros funcionários. Outras imagens serão juntadas ao inquérito. 

Ouça a entrevista:

Presidente do Figueirense quer punição exemplar e desabafa: "Não podem ser chamados de torcedores"

Nutricionista do Figueirense desabafa após invasão de treino; veja vídeo

Geninho cobra resposta à invasão no Figueirense: "Não vamos esperar morrer alguém"

Colunistas