A Prefeitura de Mangaratiba, no Rio de Janeiro, entrou na justiça para derrubar uma liminar que suspendeu uma multa de R$ 16 milhões aplicada a Neymar.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Caso Daniel Alves ganha novo capítulo e se aproxima do fim

Campeão mundial da seleção argentina anuncia aposentadoria: veja quando

Prefeitura entra na Justiça para derrubar liminar que suspendeu multa de R$ 16 milhões para Neymar

Continua depois da publicidade

Segundo a coluna de Diego Garcia, no UOL, Neymar foi multado pela construção de um lago artificial na mansão do jogador. A prefeitura voltou atrás na suspensão da multa porque ele mergulhou na piscina com amigos, ignorando e descumprindo o embargo imposto pelo órgão ambiental local.

A prefeitura encarou os atos de Neymar como “uma demonstração de desrespeito aos autos aplicados por esta municipalidade”, segundo o documento acessado pela reportagem do UOL. O jogador supostamente deu uma festa para centenas de convidados alguns dias depois da interdição.

Relembre o caso

Uma operação da prefeitura foi conduzida na mansão de Neymar, em Mangaratiba, em 22 de junho, em parceria com a Polícia Civil. Na ocasião, o pai de Neymar estava presente e recebeu voz de prisão depois que discutiu com a secretária do Meio Ambiente de Mangaratiba.

De acordo com o município de Mangaratiba, a construção foi feita com “proporções megalomaníacas”, e as obras duraram apenas dez dias em função de um desafio para um reality show. A Polícia Ambiental não deu conta de controlar a obra devido a rapidez da entrega.

Continua depois da publicidade

Ainda segundo a prefeitura, algumas autorizações legais obrigatórias não foram concedidas, como para a captação de água de forma direta em corpos hídricos e para a supressão de vegetação.

De acordo com a coluna de Diego Garcia, a prefeitura “solicita que a Justiça intime o Ministério Público a fiscalizar a ordem jurídica no processo, a produção de provas necessárias e ainda a intimação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para verificar abuso de poder por parte da defesa do jogador, além de que o processo aberto por Neymar seja julgado improcedente”.

Para a defesa de Neymar, o processo foi instaurado sem provas, e com motivações além das questões legais, que trariam mídia pela fama do jogador.

Veja fotos do lago do Neymar na mansão em Mangaratiba:

Continua depois da publicidade

Assista também

*Lia Capella é estagiária sob a supervisão de Diogo Maçaneiro

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC

Destaques do NSC Total