nsc

    Zona da degola

    Vinícius Eutrópio pede união no Figueirense para fugir do Z4: "Lutar para manter o clube"

    Alvinegro corre risco de rebaixamento pela terceira temporada consecutiva e vive sequência de 12 jogos sem vitória na competição

    13/09/2019 - 16h07 - Atualizada em: 13/09/2019 - 17h12

    Compartilhe

    Kadu
    Por Kadu Reis
    Eutrópio busca primeira vitória no comando do Figueirense
    Eutrópio busca primeira vitória no comando do Figueirense
    (Foto: )

    Filme repetido. A temporada de 2019 reservou ao torcedor do Figueirense, mais uma vez, a disputa para não descer de divisão. Os atrasos salariais e a posição na tabela lembram as duas edições anteriores da Série B, quando o Furacão se salvou do rebaixamento na penúltima e última rodadas. Sem conquistar uma vitória há dois meses, o time tenta um início de redenção contra o Sport, domingo (15), no Estádio Orlando Scarpelli.

    — Nós temos 17 rodadas para poder sair. Tenho certeza que o primeiro objetivo é a manutenção, sair dessa situação incômoda que foi criada por nós, por todos. Nós temos que lutar para manter o clube. Peço apoio da torcida, vai ter promoção, tem tempo que o Figueira não joga domingo. Sei que será difícil, mas é o momento de todo mundo se imbuir na busca da vitória e ajudar esses jogadores dentro de campo — afirma o técnico Vinícius Eutrópio.

    Eutrópio reúne o grupo de jogadores em conversa no CFT do Cambirela
    Eutrópio reúne o grupo de jogadores em conversa no CFT do Cambirela
    (Foto: )

    O peso da sequência de seis empates e seis derrotas incide neste momento no grupo de jogadores. Parte da torcida do Figueirense pede mudanças no time, em especial com as chegadas de novos atletas ao clube. Vinícius Eutrópio indica no campo que não deve fazer muitas alterações na equipe para enfrentar o Sport e explica os porquês desta decisão.

    — Foram trazidos jogadores, bons jogadores, muitos ainda fora de forma, fora de ritmo e sem experiência profissional, no sentido de terem a idade mais baixa. O próprio Éverton, que tem história aqui, está há quatro meses parado. Todos esses jogadores foram contratados em dois ou três dias, a toque de caixa. Agora o grande desafio é unir todos, colocar os jogadores que estão fora de forma em forma, colocar os jogadores novos para ter uma experiência profissional e unir tudo isso com os jogadores que aqui estavam — pontua Eutrópio.

    Em busca da construção de um novo momento na Série B do Campeonato Brasileiro, o Figueirense recebe o Sport, às 16h de domingo, no Estádio Orlando Scarpelli. O jogo é válido pela 22ª rodada da competição. A provável escalação do Alvinegro para a partida tem Vidotto; Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Héliton; Zé Antônio, Betinho e Tony; Fellipe Mateus, Willian Popp e Yuri Mamute.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas