nsc

publicidade

Ânderson

estruturas provisórias

As empresas que farão os projetos de pontes com peças provisórias da Hercílio Luz

Compartilhe

Por Ânderson Silva
03/08/2019 - 05h15
(Foto: Gabriel Lain/Diário Catarinense)

Um consórcio entre a RMG Engenharia e a empresa portuguesa Teixeira Duarte foi o vencedor da licitação aberta pela Defesa Civil do Estado para os projetos básicos e executivos de pontes metálicas que vão ser feitas com as estruturas provisórias da ponte Hercílio Luz. As duas empresas são as que atualmente trabalham na recuperação da estrutura. A RMG faz a fiscalização dos serviços que são executados pelos portugueses. A licitação foi feita pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC). O custo dos serviços será de R$ 4.965.857,00.

O nome

Voltou a repercutir nas redes sociais nos últimos dias a lei catarinense sancionada em 2013 pelo então governador Raimundo Colombo que muda o nome de uma droga bastante apreendida no Estado. Pelo texto, de autoria da ex-deputada estadual Ana Paula Lima (PT), “a droga derivada do Erythroxylon coca, conhecida vulgarmente como crack, passará a ser designada por ‘crack a pedra da morte’, no âmbito do Estado de Santa Catarina”. É a lei 15.988.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

anderson.silva@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade