nsc
    nsc

    Balneabilidade

    As idas e vindas da qualidade da água da Beira-Mar Norte

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    25/10/2019 - 06h26
    Teste mais recente foi bom, mas água continua imprópria (Foto: Leo Munhoz / NSC Total, BD)
    Teste mais recente foi bom, mas água continua imprópria (Foto: Leo Munhoz / NSC Total, BD)

    O sistema de despoluição da Beira-Mar Norte está em aparente instabilidade. Nas últimas três semanas foram duas com altos índices de coliformes fecais (16 mil e 9 mil). A mais recente, divulgada ontem, foi de 130, abaixo do limite de 800. A Casan vai instalar mais válvulas nas unidades para dar conta do lixo que vem dos canais. O local segue impróprio para banho.

    E justamente por conta da variação dos resultados é que o ponto ainda não apresenta condições de balneabilidade. De cinco testes, quatro precisam ser abaixo de 800. Caso um deles dê acima de 2 mil, mesmo em uma série positiva, a água é considerada imprópria.

    A Casan tem adotado cautela, mas a expectativa criada desde o ano passado com a obra de implantação do sistema de despoluição causa questionamentos da população. O projeto é novo, tem sete meses de operação, mas aos poucos precisa se consolidar para trazer confiança aos pretensos banhistas.

    Diretas

    COMENTÁRIOS

    A deputada Ana Campagnolo (PSL) protocolou um projeto que proíbe que sejam deletados comentários visíveis ao público dos perfis e páginas do governo de SC nas redes sociais.

    SEGUNDA CHANCE

    A MP que permite a transação de dívidas fiscais entre a União e os respectivos devedores é vista com cautela pelos auditores fiscais do Sindifisco Nacional em Florianópolis. Para o presidente Carlos Alberto Silva Pinto, é um estímulo aos sonegadores.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas