nsc
    nsc

    Segurança

    Assassinatos crescem 166% em Florianópolis nos primeiros dois meses de 2020

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    03/03/2020 - 05h47 - Atualizada em: 03/03/2020 - 07h41
    Dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 2 de março (Foto: Salmo Duarte/NSC Total)
    Dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 2 de março (Foto: Salmo Duarte/NSC Total)

    O número de assassinatos em Florianópolis voltou a crescer. Neste começo de 2020, os crimes aumentaram 166% em comparação com o mesmo período de 2019. Os números divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina (SSP-SC) apontam para um salto de nove mortes violentas, no ano passado, para 24. Os dados são referentes ao intervalo entre 1º de janeiro e 2 de março.

    Em comparação com 2018 (26) e 2017 (35), o número ainda é inferior. Naquela época, a Capital catarinense ainda sofria com uma guerra entre facções criminosas. Em 2020, segundo o comandante da 1ª Região da PM, em Florianópolis, coronel Fernando André, novamente o crescimento está relacionado ao crime organizado, mas desta vez a um dos grupos. Há também o registro de situações consideradas pontuais pelo comandante como as mortes de duas transexuais em diferentes pontos da cidade, sem ligação entre ambos.

    André diz que o aumento foi percebido e as respostas começaram a ser dadas com operações a partir de uma planejamento do comando-geral com o aumento do efetivo nas áreas mais sensíveis. Além disso, barreiras e patrulhamentos foram intensificados.

    A diretora da Polícia Civil na Grande Florianópolis, delegada Eliane Chaves, diz que a maioria dos casos teve como alvo pessoas envolvidas com o crime. Como resposta, segundo ela, operações foram feitas e continuarão.

    Um dos focos é o Norte da Ilha, onde ocorreu um terço das mortes de 2020. Em curto prazo será criada uma delegacia especializada em crime organizado em Florianópolis, aos mesmos moldes do que já ocorre na Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic).

    Casos crescem em Santa Catarina

    O aumento de homicídios também ocorre no Estado, mas em menor escala. Nos primeiros dois meses foram 143 assassinatos nas cidades catarinenses, 12,5% a mais do que em 2019, quando ocorreram 127 mortes. Além de Florianópolis, responsável por puxar a variação, Araquari, no Norte, também chama a atenção. As ocorrências subiram de uma para cinco.

    Em Xanxerê, no Oeste do Estado, em 2019 nenhuma morte havia sido registrado. Mas em 2020 já foram quatro. A SSP-SC se manifestou por nota e disse que “as forças de segurança pública de Santa Catarina estão trabalhando”. Segundo o texto, “apenas a Polícia Civil, este ano, realizou 285 operações no Estado com a prisão de 354 pessoas e apreensão de 60 armas e 1.126 munições.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas