publicidade

Navegue por
Ânderson

CCJ da Câmara da Capital dá parecer contrário ao projeto do programa Escola Sem Partido

Compartilhe

Por Ânderson Silva
11/03/2019 - 17h50 - Atualizada em: 12/03/2019 - 15h06
(Foto: Mateus Bruxel/Agência Brasil)
(Foto: Mateus Bruxel/Agência Brasil)

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Vereadores de Florianópolis deu parecer contrário ao projeto que institui na Capital o programa Escola Sem Partido. A proposta é de Ramiro Zinder (DEM), suplente que atuou temporariamente na Casa em 2018. Pelo texto, entre outros pontos e imposição para as escolas e professores, "o poder público não se imiscuirá no processo de amadurecimento sexual dos alunos nem permitirá qualquer forma e dogmatismo ou proselitismo na abordagem das questões de gênero".

Pelo projeto, devem ser colados cartazes nas unidades de ensino com as regras caso elas se tornassem lei. Na votação da CCJ desta segunda-feira, dos sete integrantes, o parecer pela rejeição do vereador Afrânio Boppré foi seguido por Renato Geske (PR). O único voto contrário foi de Miltinho Barcelos (DEM). Os vereadores Guilherme Pereira (MDB), Fabio Braga (PTB) e Dalmo Meneses (PSD) se abstiveram. Tiago Silva (MDB) não estava na reunião.

O parecer da CCJ agora vai a plenário. Caso mantido, o projeto é arquivado. Do contrário, volta a tramitar nas demais comissão da Câmara.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação