nsc
nsc

Mobilidade

Com Florianópolis alagada, o patinete elétrico surgiu como alternativa

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
05/07/2019 - 07h32
O forte congestionamento durou mais de duas horas, tempo que a maré levou para baixar(Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)
O forte congestionamento durou mais de duas horas, tempo que a maré levou para baixar(Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)

Com o trânsito de Florianópolis travado ontem, o gerente de comunicação e marketing da Uniasselvi, Aldo Pasqualini, se utilizou do novo modal da Capital para chegar ao evento do Top of Mind, na Fiesc. Ele estava distante três quilômetros do local e pediu um carro de aplicativo. Demoraria 20 minutos. Perto dele havia um patinete elétrico. Não pensou duas vezes. Levou 10 minutos para chegar na Fiesc e gastou R$ 8. Vestido de terno e gravata.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Últimas do colunista

Loading interface...
Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas