A reunião que definiria o candidato da esquerda ao governo de Santa Catarina terminou como antecipou a colega Dagmara Spautz: nennhum martelo foi batido. Ficou para a semana que vem, no dia 13 de julho. Ao final do encontro, uma imagem feita pelo fotógrafo Denner Ovidio resumiu o resultado da conversa. De um lado, o ex-deputado federal Décio Lima (PT) estava com o semblante fechado e sério. De outro, o presidente estadual do PSB, Cláudio Vignatti, sorria à toa.

Continua depois da publicidade

Leia tudo sobre as Eleições 2022

O motivo é o seguinte: Décio esperava ser conclamado o pré-candidato da Frente Democrática nesta quarta-feira (6), mas o grupo formado pelos oito partidos de esquerda decidiu esperar um pouco mais. Isto ajuda o PSB, que tem como pré-candidato ao governo o senador Dário Berger (PSB).

Foto geral do encontro desta quarta-feira da Frente Democrática
Foto geral do encontro desta quarta-feira da Frente Democrática (Foto: Denner Ovidio)

Dário, inclusive, emitiu uma nota através da assessoria de imprensa, na noite desta quarta-feira (6) para dizer que segue pré-candidato ao governo. O movimento do PSB segue ocorrendo nos bastidores para que haja um acordo favorável ao sendor.

Décio, por outro lado, sofreu uma derrota, mas ainda continua as conversas para se viabilizar na eleição ao governo de SC.

Continua depois da publicidade

Leia também:

Definição de candidato da centro-esquerda em SC bate na trave

Destaques do NSC Total